56º Sette Colli final do segundo dia

3 anos ago 0

Os recordes do evento marcados por Kristof Milak nos 200m borboleta e Michael Andrew nos 100m costas, a vitória de Benedetta Pilato nos 50m nado de peito e da campeã europeia Simona Quadarella nos 800m livre, os sucessos de Ilaria Bianchi nos 100m borboleta e Margherita Panziera nos 100m nado de costas na segunda noite romana no 56º Sette Colli. A Itália obteve 9 medalhas adicionando as 12 vitórias na sexta-feira.

O húngaro de 19 anos Kristof Milak, campeão europeu, depois de ter nadado o melhor tempo nas eliminatórias (1’56″22), estabeleceu o recorde do Sette Colli nos 200m borboleta com 1’54″19 (o anterior foi definido pelo o húngaro Tamas Kenderesi com 1’54″33 em 2017) e Michael Andrew, que marcou o recorde do evento nos 50m borboleta na sexta-feira, também melhorou nos 100m costas com 53″50, quebrando o recorde anterior estabelecido pelo espanhol Aschwin Wildeboer Faber com 53″67 em 2011.

Benedetta Pilato não melhorou seu recorde, mas venceu a final do 50m do peito, à frente da brasileira Jhennifer Conceição e da outra nadadora italiana Martina Carraro. A jovem de 14 anos de Taranto, recordista italiana, estudante no segundo ano na Escola Superior Científica, treinada por Vito D’Ongia e membro da Fimco Sport, estabeleceu o novo recorde absoluto italiano no 50m nado peito com 30″13, venceu a final com 30″ 28, recebendo os aplausos da audiência romana e do pessoal técnico. O recorde anterior do 50m era de Arianna Castiglioni com 30″30, antigo recorde italiano quebrado por Benedetta. “Hoje o recorde me deu emoções, mas não vou parar por aqui. Quero nadar mais rápido. Vou tentar fazer meu melhor para o Campeonato Mundial”.

Simona Quadarella ganhou os 800m livre feminino com 8’21″20, quinta performance mundial do ano, à frente da húngara Ajna Kesely com 8’25″29 e a outra nadadora italiana de longa distância Martina Rita Caramignoli com 8’37” 62. Simona, campeã européia nos 400m, 800m e 1500m livres, atleta da Fiamme Rosse e Aniene, treinada por Christian Minotti, venceu no evento 1500m livre e seu recorde pessoal com 15’48″84 Sexta-feira. Ela estabeleceu o recorde italiano nos 800m livre com 8’16″45 em 4 de agosto na Escócia no ano passado. “Estou feliz. Ontem me senti melhor, mas é bom desta forma. No domingo vou tentar nadar mais rápido nos 200m de estilo livre, talvez seja na no revezamento”.

O Troféu SetteColli também sorriu para Ilaria Bianchi e Margherita Panziera. A nadadora do Castel San Pietro Terme, membro do Fiamme Azzurre / NC Azzurra 91, treinada pelo técnico federal Fabrizio Bastelli, venceu nos 100m borboleta com 57″50, a 28 centésimos do recorde italiano marcado em 12 de agosto de 2018. “Foi um bom tempo, uma grande prova e a velocidade de Elena Di Liddo (segunda com 57″51) sempre me ajuda”. A campeã europeia de 200m, Margherita Panziera (Fiamme Oro e Aniene), treinada por Gianluca Belfiore em Roma, venceu no 100m nado costas novamente sob o minuto, um hábito agradável da nadadora veneziana. Ela tocou a placa da piscina em 59″69. Amanhã, estaremos olhando para a frente a sua prova favorita, o nado costas de dupla distância. “Hoje à tarde eu queria nadar do mesmo jeito que a prova da manhã, mas com uma frequência menor. Meu começo não foi tão bom, mas sei que nadei melhor no percurso de volta. A prova termina apenas no momento em que toco a parede. Eu cresci muito nesse período, percebendo que sou forte não apenas fisicamente, mas também mentalmente. Estou mais confiante”.

Roma 22/06/2019 Foro Italico
FIN 56 Trofeo Sette Colli 2018 Internazionali d’Italia
Photo Andrea Staccioli/Deepbluemedia/Insidefoto

A final masculina dos 800m livre, fechou a noite, e pertenceu ao brasileiro Guilherme Costa com 7’53″01. “Mesmo eu ganhando a prova, meu tempo não me satisfez. A prova de hoje foi uma prova para testar minha condição para amanhã, vencer os 1500m é meu objetivo”.

Katinka Hosszu foi desqualificada nos 400m medley por um erro no nado costas-peito, o que a impediu de obter a vitória e o recorde do evento (4’33″31). “Estava ventando muito e não pude ver a bandeira do nado de costas – a dama de ferro disse – não é uma desculpa: eu cometi um erro”.

Na primeira final B, Alessandro Bori (Fiamme Gialle / In Sport Rane Rosse) vencu nos 100m livres masculinos com 48″95, um centésimo à frente de Luca Dotto. “Mas o tempo não é tão importante, mas vencer um campeão internacional como Luca Dotto não ocorre com frequência”.

Foto Baldassarre / Staccioli / Deepbluemedia.eu / Insidefoto

 

O Portal Francisswim.com.br é uma empresa de notícias/mídia sobre esportes aquáticos que abrange natação competitiva, mergulho, polo aquático, nado sincronizado e águas abertas. O Portal Francisswim foi lançado em janeiro de 2018 e rapidamente se tornou o site de natação, na língua portuguesa, mais acessado no mundo.

O Portal Francisswim.com.br promove diversas ações e projetos visando inclusão social e responsabilidade ambiental que são compartilhadas em nossas plataformas de redes sociais.

Social Responsability
The Francisswim.com.br Portal promotes diverse actions and projects aiming at social inclusion and environmental responsibility that are shared in our platforms of social networks.

Saiba mais sobre a Casa de Apoio Madre Ana

A Casa de Apoio Madre Ana proporciona um acolhimento digno a pacientes pediátricos e adultos portadores de câncer, transplantados, com problemas cardíacos, dentre outros, juntamente com seus acompanhantes vindos do interior do Estado e de outros estados brasileiros. São pessoas de baixa renda que necessitam de um suporte integral durante o período do seu tratamento na Santa Casa.

Os hóspedes recebem moradia, alimentação, material de higiene e conforto espiritual sem nenhum custo. Tudo com um único objetivo: aumentar as chances de cura dos nossos pacientes assistidos.

O leitor do site Francisswim.com.br que quer contribuir pode clicar na logomarca da Casa de Apoio Madre Ana e adicionar uma doação. Além disso, também é possível ser doador mensal para tanto, basta acessar o link: https://goo.gl/cK5wHb

Saiba mais sobre o Banco de Alimentos

O Banco de Alimentos atua como um gerenciador de desperdícios administrando três operações: coleta de doações, armazenamento, e distribuição qualificada de alimentos para entidades beneficentes, tais como creches, asilos, lares de excepcionais, entre outras ongs. A Rede de Bancos de Alimentos do Rio Grande do Sul possui 23 Bancos de Alimentos associados no Estado, os quais doam mais de 500 toneladas de alimentos para 900 instituições, todos os meses. Além da doação de alimentos, desenvolve projetos de nutrição em parceria com as principais universidades Gaúchas, levando mais Segurança Alimentar e Nutricional para as pessoas atendidas nas entidades beneficentes. Participe dessa luta contra a fome e a miséria, entre em contato com o Banco de Alimentos! Telefone: 51-3026.8020 – E-mail: bancodealimentos@bancodealimentosRS.org.br.

Site para maiores informações: http://www.redebancodealimentos.org.br/Inicial