A água literalmente lava a ansiedade Por Amy Gladwell BBC News Online Parte 1

1 mês ago 0

O MAR ME SALVOU

Muitos de nós associamos o mar a uma sensação de felicidade, relaxamento e distanciamento do estresse da vida.
Mas existe uma crença cada vez maior de que estar próximo, dentro ou embaixo d’água tem um impacto muito mais poderoso em nossa saúde mental e física do que poderíamos imaginar.
O ethos “Blue Mind”, que é assunto de crescente pesquisa europeia, está sendo defendido pelo biólogo e pesquisador californiano Wallace J Nichols, que nos diz acreditar que a ideia de que a água é um santo remédio e será bastante convencional nos próximos 10 anos.
Aqui encontramos algumas das pessoas que já estão usando o poder da água para melhorar sua saúde mental.

Direitos autorais da imagem GETTY IMAGES Legenda da imagem Jessica Cox acredita que se ela não tivesse encontrado o surfing ela teria ido para a prisão

“Crescer não foi muito fácil”, explica Jessica Cox, olhando para os penhascos escarpados de Land’s End.
A cantora de 32 anos de idade enfrentou tempos difíceis, incluindo luto, problemas de saúde mental e de álcool em sua família, e sofreu bullying.
Ansiedade e depressão têm sido um desafio ao longo da sua vida, mas as coisas começaram a sair do controle quando ela começou o ensino médio, explica ela.
“Eu entrei na multidão errada e comecei a beber e usar drogas desde muito jovem – cerca de 11 anos”, diz Cox.
A sua mãe diz que sua vida sofreu uma mudança brusca de direção quando descobriu a “fuga” do surfe.
“Eu absolutamente diria que estava em um ponto de virada onde, se eu tivesse mais um problema na escola, teria sido expulsa; se tivesse sido presa mais uma vez, teria sido levada para a prisão juvenil.

2 Imagem de direitos autorais JESSICA COX Legenda da imagem Jessica Cox está agora em uma missão para introduzir mulheres desfavorecidas para o surf

“Você pode se sentir cansada da vida e de todas as coisas que estão acontecendo porém ao entrar na água, literalmente tira a ansiedade, você sente essa liberação”, diz ela.
“Quando você está lá fora, você é parte de algo que é muito maior que você, então isso o humilha. Você sente depois os sentimentos de vibração e vida; é inexplicável. Você é apenas um com a natureza, e a natureza nunca julga você.”

3 A legenda da imagem Jessica Cox, agora está usando o surfe para transformar a vida de outras mulheres

Cox, agora uma professora profissional de surf e mãe de uma menina de três anos, diz que o mar tem sido sua constante através de lutas emocionais, tanto pré quanto pós-natal.
“É uma coisa enorme trazer um bebê para o mundo e eu não acho que é dado o suficiente respeito, para ser honesto”, diz ela. Eu definitivamente estava muito baixo, me ofereceram remédios controlados – mas não aceitei e acho que o surfe foi um verdadeiro antídoto”.

4 Imagem de direitos autorais NATASHA LEONIA legenda Cox introduziu mulheres no surfe que “nunca costumam experimentar”

Ela montou uma empresa social chamada Sirens, que tem como objetivo “inspirar e capacitar” mulheres de origens desfavorecidas, através do surf.
“As garotas estão sob tanta pressão – para ter uma certa aparência, ser de certa maneira; então, à medida que você envelhece, você precisa ser mãe, mas também ser bem-sucedida … você entra no mar e tudo isso simplesmente desaparece. Eu trabalhei com pessoas que tiveram maus lutos, sofreram violência doméstica, ansiedade e depressão, estão acima do peso. Pode realmente mudar a vida.

Fonte https://www.bbc.com/news/uk-england-45395944

Responsabilidade Social
O Portal Francisswim.com.br promove diversas ações e projetos visando inclusão social e responsabilidade ambiental que são compartilhadas em nossas plataformas de redes sociais.
Social Responsability
The Francisswim.com.br Portal promotes diverse actions and projects aiming at social inclusion and environmental responsibility that are shared in our platforms of social networks.

 

Saiba mais sobre a Casa de Apoio Madre Ana
A Casa de Apoio Madre Ana proporciona um acolhimento digno a pacientes pediátricos e adultos portadores de câncer, transplantados, com problemas cardíacos, dentre outros, juntamente com seus acompanhantes vindos do interior do Estado e de outros estados brasileiros. São pessoas de baixa renda que necessitam de um suporte integral durante o período do seu tratamento na Santa Casa.
Os hóspedes recebem moradia, alimentação, material de higiene e conforto espiritual sem nenhum custo. Tudo com um único objetivo: aumentar as chances de cura dos nossos pacientes assistidos.
O leitor do site Francisswim.com.br que quer contribuir pode clicar na logomarca da Casa de Apoio Madre Ana e adicionar uma doação. Além disso, também é possível ser doador mensal para tanto, basta acessar o link: https://goo.gl/cK5wHb

Saiba mais sobre o Banco de Alimentos
O Banco de Alimentos atua como um gerenciador de desperdícios administrando três operações: coleta de doações, armazenamento, e distribuição qualificada de alimentos para entidades beneficentes, tais como creches, asilos, lares de excepcionais, entre outras ongs. A Rede de Bancos de Alimentos do Rio Grande do Sul possui 23 Bancos de Alimentos associados no Estado, os quais doam mais de 500 toneladas de alimentos para 900 instituições, todos os meses. Além da doação de alimentos, desenvolve projetos de nutrição em parceria com as principais universidades Gaúchas, levando mais Segurança Alimentar e Nutricional para as pessoas atendidas nas entidades beneficentes. Participe dessa luta contra a fome e a miséria, entre em contato com o Banco de Alimentos! Telefone: 51-3026.8020 – E-mail: bancodealimentos@bancodealimentosRS.org.br.
Site para maiores informações: http://www.redebancodealimentos.org.br/Inicial