ÁFRICA DO SUL – Recorde para Schoenmaker, Sates em Pietermaritzburg

2 anos ago 0

O segundo dia do Campeonato Sul Africano em Piscina Curta que acontece na cidade de Pietermaritzburg viu Tatjana Schoenmaker estabelecer um novo recorde africano com um tempo de qualificação FINA nos 100m peito, enquanto Matthew Sates quebrou o recorde nos 100m borboleta e Rebecca Meder nos 200m medley individual.

Resultados Completos http://swimsa.org/results/2020/swimming/sa-national-short-course-championships-seals-swim-centre-pietermaritzburg-24-27-october-2020

Schoenmaker quebrou seu próprio recorde africano de 2018 de 1:05.12 durante a sessão pela manhã, marcando 1:04.38, e melhorou esse tempo durante as finais da tarde, vencendo o evento em um excepcional 1:03.89. Emily Visagie e Kaylene Corbett ficaram com a prata e o bronze em 1:07.37 e 1:07.45, respectivamente.

“Fiquei muito feliz com a minha performance não me senti tão rápida nas finais, mas quando vi o tempo fiquei muito feliz e não esperava por isso.

“Tentei diminuir meu tempo nos 100m e provei a mim mesma que posso fazer 1:03, então estou apenas esperando chegar abaixo de 2:18 nos 200m, ficarei muito feliz com isso na minha final.” disse Schoenmaker.

Meder acelerou o ritmo no medley individual de 200m, vencendo com um tempo de qualificação FINA de 2:09,76, mais de 5 segundos à frente de Visagie em 2:15,71 e Paige Brombacher em 2:16,63, enquanto na final da noite, nos 200m livres, ela conquistou o bronze em 1:59,46 atrás de Aimee Canny em 1:56,78 e Dune Coetzee em 1:58,76.

Não houve como parar Sates, pois ele conquistou sua segunda qualificação FINA, desta vez nos 100m borboleta, tocando a chegada em 50,72 à frente de Daniel Ronaldson em 52,97 e Ross Hartigan em 54,06.

Sates também ganhou o medley individual de 200m em 1:55,88 a frente de Ayrton Sweeney com 1: 59,83 e a frente de de Andre van Huyssteen  com 2:01,80. Já  os 200m livres fez em 1:44,99 a frente dos 1:48,63 de Dante Nortje e dos 1:49,15 de Kobe Ndebele.

Foi uma finalização apertada para Erin Gallagher, que perdeu o tempo de qualificação da FINA, quando conquistou a medalha de ouro nos 100m borboleta em 58,35, a apenas 0,13 segundos da exigência de 58,22, com Coetzee levando a prata em 1:00,44 e Inge Weidemann o bronze em 1:01.72.

“Estou constantemente aprendendo em minhas provas, então há muito que posso tirar disso, não vejo isso como uma perda hoje, pois vai me melhorar amanhã.” disse Gallagher.

Pieter Coetze saiu com as honras nos 50m costas com o tempo de 24,08, enquanto a prata foi para Ruard van Renen em 25,49 e o bronze para Chris Luus em 25,87 e mais tarde à noite conseguiu uma prata nos 200m costas em 1: 55,98, atrás de Martin Binedell em 1: 54,14 e à frente de Guy Brooks em 1: 59,15.

Nos 50m costas, a medalha de ouro foi conquistada por Kristen Straszacker em 28,69, seguida por Michaela de Villiers em 28,90 e Natalie Landmann em 29,45, enquanto o pódio nos 100m peito masculino foi para  Brenden Crawford com o tempo de 1:00,45, Jordan Royle prata com  1:00,82 e bronze para Kian Keylock com 1:00,96.

A medalha de ouro nos 200m costas feminino foi para Samantha Randle em 2:12,84, à frente de Hannah Pearse em 2:13,83 e Zoe Phillips em 2:15,29.

Qualificação para o Campeonato Mundial FINA após o segundo dia:

Matthew Sates – 400 m livres – 3: 43,55

Matthew Sates – 100 m borboleta – 50,72

Tatjana Schoenmaker – 100 m peito – 1: 03.89 (recorde africano)

Rebecca Meder – 200m medley individual – 2: 09,76

Fornecido por Swimming South Africa