Agora que são elas: força feminina garante ouro para natação do Brasil neste domingo

10 meses ago 0

Carol Santiago, nos 50m livre da natação levou o Brasil ao degrau mais alto do pódio dos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020

A natação seguiu dando muitas alegrias e medalhas para o Brasil. A pernambucana Carol Santiago, de 36 anos, conquistou o ouro nos 50m livre, na classe S13 (para atletas com deficiência visual), batendo o próprio recorde paralímpico – baixou de 26s87 para 26s82. A marca anterior havia sido alcançada nas eliminatórias da mesma prova destes Jogos Paralímpicos de Tóquio. A recifense, inclusive, também é a detentora do recorde mundial (26s72). A prata ficou com Anna Krivshina, do Comitê Paralímpico Russo, que fechou a final com 27s06. O pódio foi completado pela italiana Carlotta Gilli, que conquistou o bronze com 27s07.

“Estou muito feliz. É incrível estar aqui nesta competição tão importante. Eu me senti bem desde o primeiro dia em que cheguei ao Japão.Tenho recebido muito carinho. Quando terminei a prova, soube que tinha ganhado porque ouvi o pessoal gritando o meu nome. Agradeço a todos pela torcida e pelos brasileiros que têm chorado e dado risadas com a gente”, disse a nadadora, que, na capital japonesa, já havia conquistado a medalha de bronze nos 100m costas da classe S12.

Gabriel Geraldo também voltou a brilhar nas piscinas de Tóquio e conquistou a segunda medalha de ouro para o país no dia, nesta modalidade, ao vencer os 200m livre da classe S2, com o tempo de 4min06s52. O chileno Alberto Abarza (4min14s17) ficou com a prata e Vladimir Danilenko, do Comitê Paralímpico Russo, com o bronze. Bruno Becker (com o tempo de 4min22s63), outro representante brasileiro na prova, terminou na quarta colocação.

“Espero que esse seja o primeiro (ouro) de muitos outros. Era isso que eu queria. Foi para isso que eu vim. Consegui baixar o meu tempo, fiz o novo recorde das américas. Treinamos forte, estava tudo controlado, eu sabia o que fazer e o resultado veio. Não existe emoção maior”, comemorou Gabriel Geraldo, atleta que conquistou a primeira medalha para o país nos Jogos de Tóquio.

A terceira medalha do dia na modalidade foi um bronze. As irmãs gêmeas Débora e Beatriz Carneiro fizeram a final dos 100m peito SB14 e Beatriz Carneiro terminou na terceira colocação, com o tempo de 1min17s61, dois centésimos à frente da sua irmã, quarta colocada. Michelle Moraes, da Espanha, conquistou o ouro e quebrou o recorde mundial da prova (1min12s02), com a britânica Louise Fiddes (1min15s93) com a prata.

“Estou feliz demais. Me senti super bem tendo a minha ‘rival’, que a gente ama muito. Nadamos super bem uma do lado da outra. Meu pai deve estar infartando em casa (risos). Senti um pouco a volta, mas graças a Deus deu tudo certo”, comemorou Beatriz, ao lado da irmã, logo após a prova.

Em mais uma final com duas representantes do Brasil, Maiara Barreto (59s50) chegou na quarta colocação dos 50m costas classe S3, com Edênia Garcia (1min07s83) em oitavo. A medalha de ouro foi para a italiana Arjola Trimi (51s34), com a britânica Ellie Challis (55s11) e a atleta do Comitê Paralímpico Russo, Lulia Shishova (57s03) completando o pódio com prata e bronze, respectivamente.

Na final dos 100m peito SB14, João Pedro Brutos, atleta mais jovem da delegação brasileira em Tóquio com apenas 17 anos e dois meses, terminou na sétima colocação, com o tempo de 1min07s84. Naohide Yamaguchi confirmou o favoritismo e venceu com direito a novo recorde mundial (1min03s77), quebrando a marca que já era dele. Jake Michel (1min04s28), da Austrália, conquistou a prata e Scott Quin (1min05s91), da Grã-Bretanha, o bronze.

Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro

Foto: Alex Davidson/Getty Images

 

Produtos de natação de qualidade é na Decathlon Portugal. Aqui você pode comprar artigos esportivos com o melhor custo benefício! Não deixe de conferir as ofertas para marcas exclusivas, pois elas te trazem produtos para você praticar mais de 65 esportes com a melhor qualidade. Temos os melhores preços em produtos e com design funcional para o esportista iniciante ao de alta performance. Saiba mais https://tinyurl.com/ezbud9v4