BRASIL ENCERRA SUL-AMERICANO VIRTUAL DE SALTOS ORNAMENTAIS COM 11 MEDALHAS

1 semana ago 0

País é o que mais conquistou medalhas de ouro na competição
O Brasil encerrou sua participação no Campeonato Sul-Americano Virtual de Saltos Ornamentais neste sábado (12) com mais quatro medalhas. Com as conquistas, a seleção brasileira obteve, ao todo, 11 medalhas na competição, que foi organizada pela CONSANAT e reuniu atletas de 12 países virtualmente durante os três últimos dias.
A competição foi realizada no seguinte formato: cada atleta fez de três a quatro rodadas de exercícios que simulam as atividades feitas em provas realizadas na água. Os juízes avaliavam e davam notas nos três tipos de exercícios. Cada grupo de idade tinha tarefas específicas de acordo com a faixa etária.
“Foi importante para vermos que o trabalho está na direção certa. Principalmente o trabalho técnico, os elementos de base. Mostra que o Brasil está trabalhando bem e tem um futuro promissor”, avaliou o chefe de equipe e diretor de Saltos Ornamentais da CBDA, Ricardo Moreir
“Se a gente tem uma base forte, temos um futuro promissor e, nessa competição, foram avaliados os elementos básicos do saltos. Então, diante dos resultados e do que foi apresentado pelos atletas, foi uma excelente participação do Brasil”, completou.
As conquistas brasileiras começaram já no primeiro dia de competição. Atleta olímpica do Brasil, Giovanna Pedroso conquistou o ouro na categoria principal com a somatória de 30 pontos. No masculino, Jackson Rondinelli ficou em segundo com 33,50 pontos
O segundo dia foi reservado para os Grupos A (16 a 18 anos) e B (14 a 15 anos). No Grupo A, o Brasil dominou: Rebeca Santana conquistou o ouro (23,83 pontos) e Livi Castilho a prata (19,83). No masculino, nova dobradinha: Rafael Fogaça terminou em primeiro (27,17) e Rafael Max com a prata (26,67).
No Grupo B, o destaque ficou por conta de Diogo da Silva, que conquistou a medalha de ouro com 23,17, a mesma pontuação do colombiano Tomás Menezes. No Grupo C, Emanuele Alves conquistou a prata com 28,83. Já na D, Paolla Rosa foi a grande campeã (26,10). Entre os meninos, Lorenzo Dinizio foi prata com 27,10 e Isaac Junior conquistou o bronze com 21,67.

Veja os resultados dos brasileiros:
Aberto: Feminino
Giovanna Pedroso – ouro – 30 pontos
Andressa Bonfim – 5º – 19 pontos

Masculino
Jackson Rondinelli – prata – 33,50 pontos
Isaac Souza – 4º – 32 pontos

Grupo A Feminino
Rebeca Santana – ouro – 23,83 pontos
Livi Castilho – prata – 19,83 pontos
Masculino
Rafael Fogaça – ouro – 27,17 pontos
Rafael Max – prata – 25,67 pontos

Grupo B Feminino
Janine Queiroz – 5º – 16,83 pontos
Masculino
Diogo da Silva – ouro – 23,17 pontos
Felipe Negrão – 8º – 15 pontos

Grupo C Feminino
Emanuele Alves dos Santos – prata – 28,83 pontos
Bruna Ravelli Coelho Mendonça – 8º – 25,17 pontos
Masculino
Rafael Lobato e Farias Machado – 7º – 25,67
Nathan Silveira Lemos de Souza – 8º – 23,50

Grupo D Feminino
Paolla Bittencourt Rosa – ouro – 26,17
Emmanuelly Fonseca dos Santos Aquino Pereira – 7º – 20,33
Masculino
Lorenzo Felippe Dionísio – prata – 25,17 pontos
Isaac Silva Pessoa Junior – bronze – 21,67 pontos

FONTE CBDA

Você está procurando um refúgio tropical e um espetacular evento de natação em águas abertas? Então, temos algo para você! Ocean Swim Fiji, evento de classe mundial, em um local de praias e ilhas de tirar o fôlego, com a hospitalidade clássica dos habitantes da ilha Fiji, este é o seu mergulho para 2020. Comece a planejar sua viagem ao paraíso hoje! Saiba mais https://oceanswimfiji.com/

Treine com o melhor e