Brasileiros encerram Parapan-Pacífico de Natação na Austrália com 35 medalhas

1 ano ago 0

Daniel Dias fecha competição com sete medalhas, na Austrália, e será um dos 236 atletas a nadar no CT Paralímpico no próximo fim de semana
Encerrou-se na madrugada desta segunda-feira, 13, o Parapan-Pacífico de Natação, em Cairns, na Austrália. Ao todo, dez países participaram da competição. O Brasil contou com a presença de 15 atletas e faturou 35 medalhas: 16 de ouro, 13 de prata e seis de bronze. O último dia de disputas teve a prova mais rápida da natação, os 50m livre. Os brasileiros conquistaram seis medalhas, com destaque para o paulista Daniel Dias (classe S5) e a potiguar Cecília Araújo (S8), que bateram o recorde das Américas de suas classes.

Os atletas chegam a São Paulo nesta quarta-feira, 15, à noite. Catorze deles participarão ainda da segunda etapa nacional do Circuito Loterias Caixa, no fim de semana, dias 18 e 19. O único desfalque será o pernambucano Phelipe Rodrigues (S10). Participarão desta competição, no cômputo geral, 236 atletas de 17 estados e do Distrito Federal, no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo. Entre eles, o principal atleta paralímpico do Brasil.

Daniel Dias (S5) bateu nesta segunda-feira o recorde das Américas, com 31s84, e faturou a medalha de ouro nos 50m livre. A antiga marca, de 31s94, durava desde 2014. Esta foi a sexta medalha dourada do atleta na competição, que venceu ainda os 50m borboleta, 100m e 200m livre e no revezamento misto 4x50m livre 20 pontos. Daniel também conquistou a prata com o revezamento 4x100m livre 34 pontos.

“A competição foi muito boa. Estou com a sensação de missão cumprida. As marcas foram expressivas e fecham com chave de ouro a temporada internacional. Estou muito feliz com os recordes batidos, que me motivam muito mais para as grandes competições de 2019”, disse Daniel, que ajudou a equipe brasileira a quebrar o recorde das Américas do revezamento 4x50m livre no primeiro dia de competição.

Outro destaque do dia ficou por conta da potiguar Cecília Araújo (S8), que melhorou a própria marca das Américas ao finalizar a prova em 30s89, tempo que lhe rendeu a medalha de prata. A antiga marca era de 31s01, feita na etapa da World Series de Sheffield, no mês de junho. O primeiro lugar ficou com a australiana Lakeisha Patterson (30s39).

Após a segunda etapa nacional do Circuito Loterias Caixa, os nadadores mudarão o foco para o Campeonato Brasileiro da modalidade. O evento acontecerá de 5 e 7 de outubro. Além da natação, o Circuito Loterias Caixa ainda contempla disputas de atletismo, esgrima em cadeira de rodas, halterofilismo. Entre setembro e outubro, todas as modalidades também terão seus respectivos Brasileiros.

Confira as medalhas do Brasil no Parapan-Pacífico de natação:

50m livre
Talisson Glock (S6) – 32″19 – 3°na prova
Patrícia Santos (S4) – 41″91 – 2° na prova – recorde brasileiro
Cecília Araújo (S8) – 30″89 – 2° na prova
Daniel Dias (S5) – 31″84 – 1° na prova
Vanilton Nascimento (S9) – 27″01 – 2° na prova
Phelipe Rodrigues (S10) – 23″71 – 1°na prova

100m livre
Edenia Garcia (S3) – 2’01″58 – 2° na classe
Maiara Barreto (S3) – 2’06″10 – 3° na classe
Joana Silva (S5) – 1’26″12 – 1º na classe
Phelipe Rodrigues (S10) – 53″03 – 2° na classe
Caio Oliveira (S8) – 1’01″34 – 3° na classe
Daniel Dias (S5) – 1’09″32 – 1° na classe

200m livre
Joana Neves – 3’17″37- 1° na classe S5
Daniel Dias- 2’37″10- 1° na classe S5

400m livre
Cecília Araújo- 5’22″74 – 3° na classe S8
Talisson Glock – 5’41″32 – 2° na classe S6
Ítalo Pereira – 5’13″15 – 2° na classe S7

50m peito
Patrícia Santos (SB3) – 1’02″80 – 2° na classe

100m peito
Roberto Rodriguez- 1’40″38 – 1° na classe SB5
Ruan Souza- 1’11″86 – 2° na classe SB9

50m costas
Edenia Garcia (S3) – 56″10 – 1° na classe
Maiara Barreto (S3) – 58″42 – 2° na classe
Daniel Dias (S5) – 36″23 – 1° na classe

100m costas
Cecília Araújo (S8) – 1’25″91 – 3° na classe
Gabriel Tomelin (S10) – 1’03″33 – 2° na classe
Ítalo Pereira (S7) – 1’13″58 – 1° na classe
Talisson Glock (S6) – 1’18″56 – 1° na classe

50m borboleta
Joana Silva (S5) – 47″79 – 1° na classe
Daniel Dias (S5) – 37″93 – 1° na classe
Roberto Alcalde (S6) – 42″86 – 1º na classe

150m medley
Patrícia Santos (SM4) – 3’24″22 – 2° na prova

200m medley
Talisson Glock (SM6) – 2’52″38 – 1° na classe
Roberto Rodrigues (SM6) – 3’11″19- 3° na classe

Revezamento 4x50m livre misto 20 pontos
Patrícia Santos, Talisson Glock, Joana Neves, Daniel Dias – 2min25s15 – 1º lugar

Revezamento 4x100m livrre 34 pontos
Vanilton Nascimento, Ruan Sousa, Daniel Dias e Phelipe Rodrigues – 4’01″33 – 2° Lugar

50m costas
Edenia Garcia (S3) – 56″10 – 1° na classe
Maiara Barreto (S3) – 58″42 – 2° na classe
Daniel Dias (S5) – 36″23 – 1° na classe

Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro