China irá fornecer vacinas aos atletas para os Jogos Olímpicos de Tóquio

1 ano ago 0

A nação chinesa desenvolveu várias vacinas COVID-19 em todo o país. O objetivo é vacinar 40% de sua população de quase 1,4 bilhão até julho. Nesse mês, os Jogos Olímpicos devem começar em Tóquio, no Japão.

Nesta semana, o governo chinês também disse que está pronto para trabalhar com o Comitê Olímpico Internacional (COI). A intenção é fornecer vacinas aos atletas que competem nos Jogos.

A China possui significativa capacidade de fabricação de produtos farmacêuticos e está expandindo seu alcance. Em muitos aspectos, o sucesso de um lançamento seguro e eficaz da vacina chinesa é visto como um importante recurso de marketing para a indústria farmacêutica do país.

A China disse que planeja fornecer 10 milhões de doses de vacinas COVID-19 no esquema global de compartilhamento de vacinas COVAX.

Vacinas de empresas chinesas já são oferecidas em vários países. Entre eles estão Brasil, Indonésia, Turquia e Emirados Árabes Unidos. (WION)

A COVAX é co-liderada pela Gavi Vaccine Alliance, a Coalition for Epidemic Preparedness Innovations (CEPI) e a OMS. Seu objetivo é acelerar o desenvolvimento e a produção de vacinas COVID-19 e garantir o acesso justo e igual para todos os países do mundo.

Alguns países, incluindo Índia, Filipinas, Dinamarca e Lituânia, são os últimos países a declarar que vacinarão seus atletas e treinadores a caminho dos Jogos Olímpicos de Tóquio. O Comitê Olímpico Canadense pediu ao governo para vacinar os atletas. A lenda da natação alemã Michael Gross também escreveu um editorial enfatizando a importância da vacinação das equipes olímpicas. Ele também destacou a dificuldade prática de testar regularmente o grande número de atletas e treinadores durante as Olimpíadas.

FONTE SWIM SWAM ITÁLIA