Com dois recordes mundiais em menos de um ano de treino, Carol Santiago é uma das promessas no Parapan de Lim

2 semanas ago 0

Pernambucana de 34 anos se destaca na Classe S12, para deficientes visuais. Ela é uma das 40 convocadas para representar o Brasil na natação no Parapan de Lima, a partir do dia 23
Dos 40 nadadores convocados para os Jogos Parapan-Americanos de Lima 2019, Carol Santiago, classe S12, é a que conhece a modalidade paralímpica há menos tempo. Neste ano, a pernambucana de 34 anos já bateu dois recordes mundiais no 100m peito em sua classe e obteve índices para as principais competições da temporada. A competição na capital peruana tem início em 23 de agosto e o Brasil será representado por 337 atletas.
Carol começou na natação ainda criança. Ela acompanhava o irmão nadador nos treinos e logo também iniciou na modalidade. A nadadora competia nas categorias mirins, no convencional. “Eu competia nos campeonatos do nordeste, mas não era tão boa. Ainda estava aprendendo a nadar, então não conseguia fazer as viradas. Mas isso também porque eu não conseguia enxergar”, explica a atleta, que tem síndrome de Morning Glory, doença congênita que causa perda da visão e que pode provocar descolamento de retina.
Quando mais velha, Carol venceu algumas vezes campeonatos norte-nordeste e nordeste e até conquistou o terceiro lugar no Brasileiro. Mas, aos 18 anos, ela teve uma piora na visão após ficar com água na retina nos dois olhos. A condição não tem relação com a síndrome que a acomete e nem uma causa específica. “Foi difícil manter a natação e tudo o mais. Eu tinha que aprender a ler de novo, aprender braile e outras coisas. Então acabei abandonando a natação”.
O hiato durou 9 anos. Ela só voltou a praticar o esporte aos 27 anos, e apenas por questão de saúde. Mas a nadadora não resistiu e voltou para competições, no convencional. No ano passado, em outubro, seu técnico esteve em Porto Alegre, para analisar uma transição de Carol para o paradesporto. No mesmo ano, a atleta se destacou no Campeonato Brasileiro de natação.
Agora, ela se prepara para competir fora do Brasil pela primeira vez. “Eu estou muito empolgada, animada demais. Quando caiu a ficha de que eu não ia conseguir no convencional, não me imaginei mais nadando numa competição tão importante. Aquele sonho que eu tinha de ser uma atleta profissional já não existia mais. Quando conheci o paralímpico, custei a acreditar que isso realmente ia acontecer”, comenta, emocionada.
“Comecei a treinar e realmente, foi muito ligeiro. Eles mudaram meu jeito de nadar e minha resistência de aguentar provas. O trabalho feito aqui [no Centro de Treinamento Paralímpico] é muito sério. Eu não falto um treino sequer. Mesmo sendo difícil, até por conta da idade”, disse a atleta, que treina no Centro de Referência de natação do CT Paralímpico, em São Paulo, desde o início do ano.
As expectativas para a competição são altas: dar o seu máximo e conseguir vaga em Tóquio 2020. “O que quero é chegar lá e realmente dar o melhor. Tentar melhorar ainda mais, usar a competição como experiência para poder, se Deus quiser, participar de Tóquio no ano que vem. Eu vou realmente aproveitar ao máximo. Tem também a adrenalina de competir com os melhores do mundo. Eu vou ter que me superar”.
Além dos Jogos Parapan-Americanos, Carol Santiago também competirá no Mundial de Natação, em Londres, que acontecerá de 9 e 15 de setembro.
Fonte: Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB)
Foto: Ale Cabral/CPB

O Portal Francisswim.com.br é uma empresa de notícias/mídia sobre esportes aquáticos que abrange natação competitiva, mergulho, polo aquático, nado sincronizado e águas abertas. O Portal Francisswim foi lançado em janeiro de 2018 e rapidamente se tornou o site de natação, na língua portuguesa, mais acessado no mundo.

O Portal Francisswim.com.br promove diversas ações e projetos visando inclusão social e responsabilidade ambiental que são compartilhadas em nossas plataformas de redes sociais.

Social Responsability
The Francisswim.com.br Portal promotes diverse actions and projects aiming at social inclusion and environmental responsibility that are shared in our platforms of social networks.

Saiba mais sobre a Casa de Apoio Madre Ana

A Casa de Apoio Madre Ana proporciona um acolhimento digno a pacientes pediátricos e adultos portadores de câncer, transplantados, com problemas cardíacos, dentre outros, juntamente com seus acompanhantes vindos do interior do Estado e de outros estados brasileiros. São pessoas de baixa renda que necessitam de um suporte integral durante o período do seu tratamento na Santa Casa.

Os hóspedes recebem moradia, alimentação, material de higiene e conforto espiritual sem nenhum custo. Tudo com um único objetivo: aumentar as chances de cura dos nossos pacientes assistidos.

O leitor do site Francisswim.com.br que quer contribuir pode clicar na logomarca da Casa de Apoio Madre Ana e adicionar uma doação. Além disso, também é possível ser doador mensal para tanto, basta acessar o link: https://goo.gl/cK5wHb

Saiba mais sobre o Banco de Alimentos

O Banco de Alimentos atua como um gerenciador de desperdícios administrando três operações: coleta de doações, armazenamento, e distribuição qualificada de alimentos para entidades beneficentes, tais como creches, asilos, lares de excepcionais, entre outras ongs. A Rede de Bancos de Alimentos do Rio Grande do Sul possui 23 Bancos de Alimentos associados no Estado, os quais doam mais de 500 toneladas de alimentos para 900 instituições, todos os meses. Além da doação de alimentos, desenvolve projetos de nutrição em parceria com as principais universidades Gaúchas, levando mais Segurança Alimentar e Nutricional para as pessoas atendidas nas entidades beneficentes. Participe dessa luta contra a fome e a miséria, entre em contato com o Banco de Alimentos! Telefone: 51-3026.8020 – E-mail: bancodealimentos@bancodealimentosRS.org.br.

Site para maiores informações: http://www.redebancodealimentos.org.br/Inicial