Comitê Paralímpico Brasileiro amplia número de turmas do Centro de Formação em esportes paralímpicos para crianças, em São Paulo

12 meses ago 0

Jovens de 10 a 17 anos matriculadas em instituições de ensino público e particular poderão frequentar gratuitamente também no período da manhã no Centro de Treinamento Paralímpico

O Comitê Paralímpico Brasileiro abrirá na próxima semana uma nova turma para interessados em frequentar o Centro de Formação em esportes paralímpicos. O projeto já possui quatro grupos no período da tarde, compostos por mais de 380 alunos. Para atingir a meta de atender 500 crianças com deficiência, a coordenação do projeto criou um novo de horário de aula às terças e quintas-feiras, das 9h às 10h30, com mais de 60 vagas. Todas as atividades são totalmente gratuitas e realizadas no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo.

O projeto lançado em maio de 2018 é uma iniciativa integralmente financiada pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) que promove a crianças com deficiência visual, física ou intelectual, de 10 a 17 anos, a iniciação em oito modalidades paralímpicas. A turma matutina oferecerá, neste primeiro momento, três modalidades: atletismo, natação e tênis de mesa.

“A ideia dessa nova turma veio da demanda dos próprios participantes do projeto e nós identificamos uma oportunidade para atendermos mais crianças. Toda a estrutura e forma de trabalho que já realizamos nas turmas vespertinas serão expandidos para a manhã. É uma satisfação ver o projeto crescer e espero ter demanda para termos mais turmas”, comentou Ramon Pereira, coordenador do departamento de Desporto Escolar do Comitê Paralímpico Brasileiro.

O CPB fornece aos frequentadores do Centro de Formação transporte, alimentação e uniforme gratuitamente. São 12 pontos de encontro, que abrangem seis municípios do Estado de São Paulo (Ribeirão Pires, Mairinque, Santo André, Diadema, Taboão da Serra, São Bernardo do Campo e São Paulo), em que as vans buscam e levam os alunos após a aula. Os estudantes recebem um kit com lanche, fruta e suco, que é preparado sob supervisão dos nutricionistas do CPB. Ao todo, 20 educadores entre estagiários e professores especializados em esporte para pessoa com deficiência trabalham diretamente com as crianças.

Podem participar deste projeto crianças com deficiência física, visual ou intelectual residentes na cidade de São Paulo ou municípios vizinhos e que estejam matriculadas em escolas da rede de ensino reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC).

As inscrições podem ser feitas pelo e-mail formacaoesportivaparalimpica@cpb.org.br, contendo a ficha de inscrição ou pessoalmente no CT Paralímpico (Rodovia dos Imigrantes, km 11.5, São Paulo), com o departamento de Coordenação de Esporte Escolar.

Confira abaixo a relação de horários e modalidades oferecidas pelo Centro de Formação em esportes paralímpicos:
Segundas e quartas-feiras
1º horário: 14h às 15h30
Modalidades: atletismo, bocha, futebol de 5, goalball, judô, natação, tênis de mesa e vôlei sentado

2º horário: 16h às 17h30
Modalidades: atletismo, bocha, futebol de 5, goalball, judô, natação, tênis de mesa e vôlei sentado

Terças e quintas-feiras
1º horário: 9h às 10h30
Modalidades: atletismo, natação e tênis de mesa

2º horário: 14h às 15h30
Modalidades: atletismo, bocha, futebol de 5, goalball, judô, natação, tênis de mesa e vôlei sentado

3º horário: 16h às 17h30
Modalidades: atletismo, bocha, futebol de 5, goalball, judô, natação, tênis de mesa e vôlei sentado

Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro

O Portal Francisswim.com.br promove diversas ações e projetos visando inclusão social e responsabilidade ambiental que são compartilhadas em nossas plataformas de redes sociais.
Social Responsability
The Francisswim.com.br Portal promotes diverse actions and projects aiming at social inclusion and environmental responsibility that are shared in our platforms of social networks.

Saiba mais sobre a Casa de Apoio Madre Ana
A Casa de Apoio Madre Ana proporciona um acolhimento digno a pacientes pediátricos e adultos portadores de câncer, transplantados, com problemas cardíacos, dentre outros, juntamente com seus acompanhantes vindos do interior do Estado e de outros estados brasileiros. São pessoas de baixa renda que necessitam de um suporte integral durante o período do seu tratamento na Santa Casa.
Os hóspedes recebem moradia, alimentação, material de higiene e conforto espiritual sem nenhum custo. Tudo com um único objetivo: aumentar as chances de cura dos nossos pacientes assistidos.
O leitor do site Francisswim.com.br que quer contribuir pode clicar na logomarca da Casa de Apoio Madre Ana e adicionar uma doação. Além disso, também é possível ser doador mensal para tanto, basta acessar o link: https://goo.gl/cK5wHb

Saiba mais sobre o Banco de Alimentos
O Banco de Alimentos atua como um gerenciador de desperdícios administrando três operações: coleta de doações, armazenamento, e distribuição qualificada de alimentos para entidades beneficentes, tais como creches, asilos, lares de excepcionais, entre outras ongs. A Rede de Bancos de Alimentos do Rio Grande do Sul possui 23 Bancos de Alimentos associados no Estado, os quais doam mais de 500 toneladas de alimentos para 900 instituições, todos os meses. Além da doação de alimentos, desenvolve projetos de nutrição em parceria com as principais universidades Gaúchas, levando mais Segurança Alimentar e Nutricional para as pessoas atendidas nas entidades beneficentes. Participe dessa luta contra a fome e a miséria, entre em contato com o Banco de Alimentos! Telefone: 51-3026.8020 – E-mail: bancodealimentos@bancodealimentosRS.org.br.
Site para maiores informações: http://www.redebancodealimentos.org.br/Inicial