Comitê Paralímpico Brasileiro – “Movimente-se” chega a 60 horas e 400 exercícios de atividade física para pessoas com deficiência

2 meses ago 0

Sexta aula encerra segundo módulo do projeto do Comitê Paralímpico Brasileiro que oferece atividade física para pessoas com deficiência de todo país
O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) lançou nesta segunda-feira, 14, a sexta e última aula do segundo módulo do projeto Movimente-se. Esta aula encerra a etapa de fortalecimento muscular da plataforma patrocinada pela Loterias Caixa que oferece gratuitamente aulas de atividade física para pessoas com deficiência.
O módulo inaugural do projeto foi lançado em 1º de junho e tem como objetivo melhorar o equilíbrio muscular e motor dos praticantes, o que melhora a execução das atividades diárias e reduz o risco de lesões. Já na segunda etapa, as aulas proporcionam exercícios com objetivos de fortalecimento muscular e treinamento de ganho de força.
Ao todo, as apresentações contêm treinos que podem durar até uma hora e 15 minutos. Assim, as 48 aulas disponíveis no site do Movimento Paralímpico oferecem 60 horas de atividade física, sendo 15 horas para cada deficiência que é contemplada pelo programa: deficiência visual, e deficiência física, que faz uso de cadeira de rodas, amputação e paralisia cerebral. Juntas, as aulas totalizaram quase 400 exercícios.
“O Movimente-se é mais um grande marco que o Comitê Paralímpico Brasileiro atinge dentro da sua missão de incluir e difundir o esporte entre as pessoas com deficiência. São milhares de vidas impactadas com este projeto que nos enche de orgulho”, afirma Mizael Conrado, bicampeão paralímpico de futebol de cinco em Atenas 2004 e Pequim 2008, e presidente do CPB.
Todo conteúdo do projeto é ministrado pelos técnicos do CPB e atletas paralímpicos, que demonstram como realizar exatamente os movimentos dos exercícios. Nos dois módulos, cerca de 20 atletas de alto rendimento participaram das videoaulas. Cada aula consiste em aquecimento, exercício principal e volta à calma (relaxamento).
Nesta sexta aula, os atletas convidados para demonstrar os movimentos foram: os velocistas Fabrício Ferreira (classe T12, para atletas com baixa visão), Vitor de Jesus (classe T37, para paralisados cerebrais) e Washington Assis (classe T47, para amputados de braço), além do nadador Roberto Alcalde (classe S6, para atletas com limitações físico-motoras), que participa da aula para cadeirantes.
Os praticantes com deficiência visual do Movimente-se também contam com assistência por vídeo em tempo real no aplicativo Be My Eyes. Por meio desta parceria com o app dinamarquês que conecta pessoas cegas e com baixa visão a voluntários, o CPB disponibiliza profissionais de Educação Física que tiram as dúvidas sobre as aulas desses usuários do Movimente-se de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.
Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro

Você está procurando um refúgio tropical e um espetacular evento de natação em águas abertas? Então, temos algo para você! Ocean Swim Fiji, evento de classe mundial, em um local de praias e ilhas de tirar o fôlego, com a hospitalidade clássica dos habitantes da ilha Fiji, este é o seu mergulho para 2020. Comece a planejar sua viagem ao paraíso hoje! Saiba mais https://oceanswimfiji.com/

Treine com o melhor e nade um nível acima. A marca arena oferece produtos de alta tecnologia para você treinar ou competir. Compre pelo site oficial:  https://arenawaterinstinct.com.br/ com o cupom #arenafrancis para ganhar 12% de desconto

O Projeto Nadando Pelos Cartões Postais busca unir esporte e a conscientização ecológica com as suas atividades de águas abertas. Saiba mais como participar e apoiar este projeto no https://www.facebook.com/worldswim/