CPB lança exposição dos Jogos de Tóquio em metrô de SP para celebrar Dia Internacional das Pessoas com Deficiência

2 meses ago Comments Off on CPB lança exposição dos Jogos de Tóquio em metrô de SP para celebrar Dia Internacional das Pessoas com Deficiência

Mostra com registros das vitórias e momentos marcantes do Brasil no Japão ficará em exibição até o dia 3 de janeiro de 2022 na estação Clínicas, da linha 2–Verde, do Metrô de São Paulo

O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) lança nesta sexta-feira, 3, uma exposição de fotos dos Jogos Paralímpicos de Tóquio no Espaço Cultural CLI 2 da estação Clínicas, da linha 2–Verde, do Metrô de São Paulo. A mostra marcará as comemorações do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, em 3 de dezembro, estabelecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1992.

Serão 21 imagens que vão exibir os registros das vitórias e de momentos que fizeram o país se orgulhar das medalhas conquistadas no evento do Japão, como a chegada de Petrúcio Ferreira nos 100m da classe T47, com recorde paralímpico, ou a comemoração da Seleção Brasileira de futebol de 5 após o pentacampeonato nos Jogos.

As fotos ficarão em exposição até o dia 3 de janeiro de 2022 e contarão com um QR Code como recurso de acessibilidade para pessoas com deficiência visual. Os registros foram de autoria dos fotógrafos do CPB Alessandra Cabral, Takuma Matsushita, Wander Roberto e Miriam Jeske.

“Os Jogos de Tóquio 2020 tiveram um papel fundamental na divulgação dos valores paralímpicos e na mudança da percepção da sociedade em relação ao potencial das pessoas com deficiência. O Brasil realizou a maior campanha de todos os tempos e os atletas mostraram a força do esporte paralímpico brasileiro, inspiraram uma nação e merecem ser homenageados por seus recordes e suas conquistas”, afirmou Mizael Conrado, bicampeão paralímpico de futebol de cinco (Atenas 2004 e Pequim 2008), e presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro.

Nos Jogos de Tóquio, o Brasil conquistou 72 medalhas, sendo 22 ouros, 20 pratas e 30 bronze, na sétima colocação no quadro geral, cumprindo a meta do top 10 estabelecida no planejamento estratégico do CPB de 2017.

Trata-se da melhor participação na história dos Jogos Paralímpicos. Em nenhuma outra edição a missão brasileira havia conquistado tantas medalhas de ouro. As 22 láureas obtidas na capital japonesa superaram as 21 de Londres 2012.

Foi em Tóquio que o Brasil também alcançou a 100ª medalha de ouro na história dos Jogos Paralímpicos. Das 20 modalidades em que o Brasil esteve presente, 14 viram a bandeira brasileira em alguma cerimônia de pódio. Os atletas medalharam no atletismo, natação, bocha, canoagem, esgrima em cadeira de rodas, futebol de cinco, goalball, halterofilismo, hipismo, judô, remo, taekwondo, tênis de mesa e vôlei sentado.

Assessoria de imprensa do Comitê Paralímpico Brasileiro