DIA 35 Nadar com o caiaque – The Longest Swim Com Ben Lecomte na natação transoceânica de 8.721 entre o Japão e os USA

2 meses ago 0

Hoje, mais uma vez, comecei o meu dia de natação com o Seeker e, como ontem, tive alguns problemas em movimento no mesmo ritmo. Três vezes eu me vi caindo atrás da linha aerodinâmica e tendo que aumentar minha velocidade e empurrar para alcançar nosso veleiro. A tripulação tem um trabalho muito difícil de fazer, já que não temos nenhum enrolador, eles só podem aumentar ou diminuir sua velocidade mudando as velas. Isso não pode ser feito por uma pessoa e leva mais do que alguns minutos. Uma mudança de vela é tempo suficiente para me perder para trás.
Na quarta hora, decidi mudar de estratégia e pedi para alguém no caiaque me acompanhar.
Lauren se ofereceu e depois que tudo foi configurado, ela assumiu a liderança e me mostrou a direção. Lauren é muito atlética e não teve nenhum problema em andar comigo por quatro horas. Durante as minhas pausas para comer, ela me examinou para ter certeza de que estava remando na velocidade certa. Ela fez um trabalho fantástico. As ondas haviam se formado no final do dia e uma delas pegou-a de surpresa e ela caiu na água. Ela estava ficando quente no caiaque e não se importava de se refrescar.
No final do dia, nossos problemas com o nosso motor Torqeedo não foram resolvidos, então amanhã seria outro dia nadando com o caiaque ou Seeker, tudo depende das condições do vento e das ondas. Todo dia é diferente!

O blog http://thelongestswim.com/
A natação transoceânica de 8.721 quilômetros pode ser visto aqui http://thelongestswim.com/live-tracker/
e um link do Facebook está aqui https://www.facebook.com/BenLecomteTheSwim/

Por Ben Lecomte

Clique nas imagens abaixo para ter acesso as ofertas:

Click on the images below to access the offers:

[DAY 35] Swimming with the kayak
THELONGESTSWIM 10/07/2018
Today again I started my swim day with Seeker and like yesterday I had some issues moving at the same pace. Three times I found myself falling behind the streamline and having to increase my speed and push to catch up with our sailboat. The crew has a very difficult job to do, since we don’t have any rolling furler, they can only increase or decrease their speed by changing sails. This cannot be done by one person and takes more than a few minutes. A change of sail is enough time to lose me behind.
In the fourth hour, I decided to change strategy and asked to have someone on the kayak to pace me.
Lauren volunteered and after we got everything set up she took on the lead and showed me the direction. Lauren is very athletic and did not have any problem pacing me for four hours. During my food breaks, she checked on me to make sure she was paddling at the right speed. She did a fantastic job. The waves had built up by the end of the day and one caught her by surprise and she fell in the water. She was getting hot on the kayak and didn’t mind cooling off.
By the end of the day our problems with our Torqeedo engine weren’t solved, so tomorrow would be another day swimming with the kayak or Seeker, it all depends on the wind and wave conditions. Every day is different!
Ben