International Surfing Association anuncia novas datas para os Jogos Mundiais de Surf em El Salvador

2 meses ago 0

Os Jogos Mundiais de Surfe de 2021 Surf City El Salvador – o qualificador final para as Olimpíadas de Tóquio 2021 foram reprogramados para 29 de maio a 6 de junho.

O evento, que acontecerá nas praias de La Bocana e El Sunzal, foi originalmente adiado para o início de maio de 2021.

No entanto, a International Surfing Association (ISA) afirmou que as novas datas “irão garantir as melhores condições de viagem para todos os surfistas e seleções nacionais no melhor interesse coletivo da saúde e segurança”.

Em um comunicado, o ISA disse que tem trabalhado “em estreita colaboração” com seus parceiros em El Salvador e a World Surf League (WSL) nos últimos meses, à medida que a pandemia global continua a impactar o calendário esportivo mundial.

“A edição de 2021 dos Jogos Mundiais de Surf é a última peça do processo de qualificação Tóquio 2021”, disse o órgão regulador.

“Restam cinco vagas para os homens e sete para as mulheres, que irão para os atletas qualificados com melhor classificação no evento.” Os Jogos Mundiais de Surf são um evento de equipes de estilo olímpico, onde os atletas competem sob a bandeira de seu país. Cada país coloca seus três primeiros homens e três mulheres, com cada um acumulando pontos que contam para o total geral da equipe.

O presidente da ISA, Fernando Aguerre, disse: Estamos ansiosos para receber as melhores equipes nacionais de surfe do mundo para competir coletivamente pela ‘Equipe Gold’ e individualmente pelas cobiçadas vagas de qualificação em Tóquio 2020. Como todos nós lidamos com a pandemia global e nos preparamos para o retorno gradual dos esportes ao redor do mundo, estamos trabalhando diligentemente com nossos parceiros para realizar este Campeonato Mundial com segurança em El Salvador.

A segurança dos atletas e da equipe sempre será nossa maior prioridade, e continuaremos monitorando ativamente as informações mais recentes disponíveis para criar um ambiente seguro para a competição. Este será um momento verdadeiramente histórico para o surf – mais um marco importante no caminho para a estreia olímpica do surfe em breve.

Um total de 20 homens e 20 mulheres devem participar do surfe em Tóquio 2021, com 15 homens e 13 mulheres já se classificando antes que a pandemia de coronavírus gerasse bloqueios mundiais.

Os 15 qualificados masculinos são Jordy Smith da África do Sul, Kolohe Andina e John John Florence dos Estados Unidos, Kanoa Igarashi e Shun Murakami do Japão, Jeremy Flores e Michel Bourez da França, Gabriel Medina e Italo Ferreira do Brasil, Owen Wright e Julian Wilson de Austrália, Ramzi Boukhiam do Marrocos, Billy Stairmand da Nova Zelândia, Frederico Morais de Portugal e Lucca Mesinas do Peru.

As classificadas femininas são as australianas Sally Fitzgibbons e Stephanie Gilmore, a francesa Johanne Defay, Tatiana Weston-Webb e Silvana Lima do Brasil, Carrissa Moore e Caroline Marks dos EUA, Brisa Hennessey da Costa Rica, Shino Matsuda do Japão, Anat Lelior de Israel, Bianca Buitendag da África do Sul, Ella Williams da Nova Zelândia e Daniella Rosas do Peru.

FOTO – Praia de El Sunzal, um dos dois locais em El Salvador que sediará a qualificação final da International Surfing Association Tokyo 2020 de 29 de maio a 6 de junho do próximo ano © ISA