Japão proíbe entrada de atletas até o final de janeiro devido ao aumento de casos de COVID-19 em Tóquio

2 meses ago 0

O governo japonês suspendeu a entrada de atletas e oficiais de equipes que viajaram à países que relataram casos da nova variante do coronavírus.

De acordo com a Kyodo News, atletas japoneses e residentes no país terão de quarentena por 14 dias se vierem de países como Grã-Bretanha, França, Itália e África do Sul.

A suspensão da condição de entrada estará em vigor até pelo menos o final de janeiro, informou o Kyodo News.

Estrangeiros, incluindo atletas, foram proibidos de entrar no Japão antes do final do mês por uma medida imposta pelo governo devido a preocupações com a nova variante, que é considerada 70% mais transmissível do que outras cepas.

Os temores sobre a disseminação do coronavírus aumentaram em Tóquio nas últimas semanas e a capital hoje relatou mais de 1.000 casos diários de COVID-19 pela primeira vez. Foram 1.337 novos casos na cidade sede dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos, de acordo com a Kyodo News. O número de infecções em todo o país também ultrapassou 4.000 pela primeira vez.

A disseminação da nova variante aumentará a preocupação sobre se os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2021 podem ir em frente no período reprogramado do evento em 2021.

Os organizadores e o Comitê Olímpico Internacional insistem que as Olimpíadas serão abertas conforme programado em 23 de julho.

Caso ocorram conforme planejado, os Jogos serão realizados sob uma série de contramedidas COVID-19 projetadas para limitar o risco representado pelo novo coronavírus.

As Olimpíadas de Tóquio 2021 estão programadas para ocorrer de 23 de julho a 8 de agosto, com as Paraolimpíadas previstas para acontecer de 24 de agosto a 5 de setembro.

Liam Morgan | Por Dentro dos Jogos

CALENDÁRIO DE EVENTOS DE ÁGUAS ABERTAS 2021

SAIBA MAIS https://bit.ly/2KPCXt0