Joanna Maranhão, atleta Poker Natação/Unisanta, bate recorde do campeonato nos 200 metros medley

3 anos ago 0

A 46ª edição do Troféu José Finkel/Taça Correios 2017, realizada na piscina da Universidade Santa Cecília, em Santos, teve seu primeiro recorde quebrado. Joanna Maranhão, atleta da casa, nadou na casa dos 2m11s79 e conquistou a medalha de ouro nos 200m medley feminino. A marca anterior era da australiana Taylor Marre Mckeown (2m13s25), de 2015, quando a mesma nadou pelo Minas Tênis Clube.
Também nos 200m medley, mas no masculino, Vinicius Lanza voltou a ser um dos destaques. O atleta, de 20 anos, do Minas Tênis Clube, conquistou a medalha de ouro ao bater a marca de 2m00s34. Brandon Almeida, do Corinthians, com o tempo de 2m01s10, e Leonardo Santos, com 2m01s56, completaram o pódio.
Finalista do último Mundial de Budapeste na prova dos 100m costa, Guilherme Guido, do Pinheiros, confirmou seu favoritismo e venceu a prova em que foi destaque na Hungria. Ele nadou na marca de 53s94 e ficou à frente de Nathan Bighetti, do Pinheiros, que nadou os 100m em 54s89, e Leonardo de Deus, que terminou a prova em terceiro com a marca de 55s26.
Na prova mais longa da natação feminina, Poliana Okimoto venceu com sobra. Ela terminou a prova em 16m40s76 e também confirmou seu favoritismo. Letícia Rodrigues (16m47s05) e Gabriela Ferreira (16m55s87( completaram o pódio da prova.
Os 800m masculino, por pouco, não também não teve um recorde. Miguel Valente, do Minas Tênis Clube terminou a pouco mais de 1s da marca estabelecida por Luiz Arapiraca, em 2009. Ele fechou a prova em 8m01s47 e conquistou a medalha de ouro. Bruce Almeida e Matheus Ferreira completaram o pódio.
A noite de competição foi fechada com as disputas do revezamento 4x200m masculino e feminino. Na versão para mulheres, assim como no primeiro dia, a Unisanta saiu vencedora seguida das equipes do Pinheiros e do Minas. Entre os homens, o Pinheiros foi o campeão seguido de Minas e GNU.

Assessoria de Imprensa – CBDA