Meeting Paralímpico Loterias Caixa em Fortaleza encerra calendário de competições do CPB em 2021

5 meses ago Comments Off on Meeting Paralímpico Loterias Caixa em Fortaleza encerra calendário de competições do CPB em 2021

Etapa cearense encerrou jornada de 72 dias e 16 cidades que sediaram novo formato de competição nacional organizado e promovido pelo Comitê Paralímpico Brasileiro

Terminou no final da manhã deste domingo, 12, o calendário oficial de competições das modalidades das quais o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) faz também a função de confederação para a temporada 2021. Foi realizada a etapa de natação do Meeting Paralímpico Loterias Caixa na cidade de Fortaleza, que contou com 137 inscritos na modalidade, disputadas na piscina do Clube Náutico Cearense.

Em ano de pandemia, o Meeting Loterias Caixa substituiu o Circuito Regional Loterias Caixa de natação, e percorreu o Brasil desde 2 de outubro, começando por Porto Alegre, até chegar em Fortaleza, neste 12 de dezembro.

O evento percorreu 9.124 km em quatro regiões do Brasil (exceção à região Norte), passou por 16 cidades de 11 unidades federativas brasileiras e registrou 2.372 atletas inscritos. Tudo isso em 72 dias. 11 sedes receberam competições de natação.

“Foi a maior caravana do esporte paralímpico em território nacional. Esta grande jornada levou o esporte paralímpico para cada vez mais próximo dos atletas, mesmo em ano de pandemia. Os eventos tiveram que ser reduzidos, considerando a segurança de todos. Ressignificamos nossos eventos e ações, e felizmente foi possível gerar oportunidade de retomar a rotina de competição a mais de 2.300 pessoas com deficiência”, celebrou Mizael Conrado, presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro, e bicampeão paralímpico de futebol de cinco (para cegos), em Atenas 2004 e Pequim 2008.

O Meeting de Fortaleza foi uma síntese do que a competição representou em cada município que sediou uma etapa. Ao mesmo tempo que atletas de carreira internacional, com participação em Jogos Paralímpicos, se apresentaram pelo país, jovens talentos e estreantes também tiveram a oportunidade de iniciar sua jornada paralímpica.

Em Fortaleza, a brasiliense Larissa Nakabayashi, representante do Instituto Pro Brasil-DF, estreou na classe S11 (para atletas cegos) e conquistou a medalha de ouro nos 50m livre com o tempo de 38s34, marca que a coloca entre as 20 melhores do mundo neste ano.

A trajetória até chegar a Fortaleza foi penosa. Ela teve de vender docinhos em Brasília, onde mora, para arrecadar R$ 2 mil para viajar. “Vendi em um shopping, bem no centro de Brasília, vendi aos amigos, e também aos colegas de treinamento. Fico feliz que deu certo e eu pude vir aqui e nadar. Meu tempo não foi o esperado, mas tenho certeza que dá para melhorar”, contou a nadadora que tem uma doença degenerativa que acarreta na perda de visão.

Ela é treinada por Marcos Lima, o Marcão, que é o responsável pela preparação técnica do campeão mundial e campeão paralímpico nos 50m livre, Wendell Belarmino. O nadador medalhista nos Jogos de Tóquio foi colega de turma de Larissa no ensino médio, e a convenceu a iniciar na natação.

“Ela tem bastante talento e pode ser ainda melhor nos 50m e nos 100m livre”, comentou Marcão.

 “Foi um grande desafio, foi uma grande construção com clubes, treinadores, conselho de atletas, todos os colaboradores do CPB. É uma ideia relativamente antiga que o Comitê Paralímpico Brasileiro mantinha, que seria trazer o CPB para perto dos estados de origem dos atletas, próximo de onde eles treinam”, explicou Jonas Freire, diretor de alto rendimento do CPB.

“Os treinadores nacionais participaram de todas as etapas, para observar tanto os atletas renomados, que estão em trabalho de base para a temporada 2022, quanto também os novos talentos que surgiram no Meeting Loterias Caixa”, emendou Freire.

O calendário 2022 do CPB ainda não foi divulgado oficialmente – o que deve ocorrer em janeiro -, porém, devido ao grande sucesso do Meeting Loterias Caixa, a gerência de eventos do Comitê Paralímpico Brasileiro já recebe sondagens de diversos municípios para receber uma etapa no próximo ano.

“Fazer 35 eventos em dois meses, foi desafiador e ao mesmo tempo gratificante. Foi legal ver a alegria dos clubes ao final, agradecendo pela realização deste evento em seus estados, já estamos recebendo ligação de outras cidades pedindo para sediar uma etapa em 2022 e nos anos seguintes”, disse Fernando Partelli, gerente de eventos do CPB.

Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro

 

Produtos de natação de qualidade é na Decathlon Portugal. Aqui você pode comprar artigos esportivos com o melhor custo benefício! Não deixe de conferir as ofertas para marcas exclusivas, pois elas te trazem produtos para você praticar mais de 65 esportes com a melhor qualidade. Temos os melhores preços em produtos e com design funcional para o esportista iniciante ao de alta performance. Saiba mais https://tinyurl.com/ezbud9v4