Menino de 10 anos que nasceu sem braços, eleito o melhor atleta da Bósnia

9 meses ago 0

Ismail Zulfic, um menino bósnio de 10 anos, nasceu sem os dois braços e com uma perna deformada. Apesar de tudo, seus sucessos na piscina fizeram dele uma grande inspiração para muitos. Na verdade, ele foi eleito publicamente o Atleta do Ano em sua Bósnia-Herzegovina natal.

A votação, organizada anualmente pelo jornal “Nezavisne novine”, registou um total de 20.000 votos para o jovem nadador.

Ismail Zulfic é uma estrela do esporte em sua Bósnia-Herzegovina natal. Três vezes por semana, o jovem nadador, que mora em Zenica, no centro da Bósnia, se desloca com seu pai Ismet até Sarajevo, onde treina. Para fazer isso, eles viajam cerca de 150 quilômetros entre viagens de ida e volta.

Zulfic treina com o clube Spid junto com outros 87 menores com diferentes deficiências e já tem mais de 40 medalhas em torneios bósnios e regionais, como o ouro conquistado em 2017 em Zadar (Croácia) nos 50 metros costas no campeonato regional para pessoas com deficiência física, ou nos Jogos Esportivos Abertos Internacionais de Belgrado de 2018, o ouro nos 50 metros costas e o bronze nos 50 metros nado livre.

Mas a relação com a água nem sempre foi de amor. Depois de cair em uma piscina quando era muito jovem, Ismail passou vários anos em pânico por causa da água. Mas o encontro, há cinco anos, com Amel Kapo, treinador e fundador do clube Spid, mudou tudo.

Logo ele se tornou uma estrela de seu país, não apenas por seus sucessos, mas por superar sua deficiência. “Para mim, Ismail é um super-herói, como o Hulk. Forte, à primeira vista até terrível, mas em sua alma uma pessoa magnífica e terna”,  diz Kapo.

“O menino que antes era introvertido agora se abriu, principalmente porque se move entre as pessoas, pois elas o reconhecem”, afirma o treinador. Assim, consegue “compensar brilhantemente seus defeitos. Ismail é pequeno, mal tem dez anos, e dentro de dois terá o direito de participar em competições europeias e mundiais. Ele nada tão bem que está a apenas dois segundos atrás da norma sênior para o campeonato europeu”, indica o treinador.

Kapo acredita que o garoto tem grandes habilidades para avançar e garante que  “todos os especialistas que o viram o veem como um futuro campeão mundial paraolímpico”. “Você apenas tem que mantê-lo neste caminho”, diz ele.

Os treinadores de Spid veem Ismail como apenas o início de uma grande carreira e o veem nos Jogos Paraolímpicos de 2024 em Paris como um dos favoritos. No clube, as crianças treinam juntas, mas também vão ao cinema ou teatro.

“Nosso objetivo não é apenas formar nadadores, mas fazer com que as crianças sejam iguais a membros da sociedade, pessoas que no futuro possam trabalhar, não viver dos benefícios sociais, participar da construção do Estado e não depender dele”, finaliza o técnico do Ismail.

por Ana García

Planeta Triathlon

 

CALENDÁRIO DE EVENTOS DE ÁGUAS ABERTAS 2021

SAIBA MAIS https://bit.ly/2KPCXt0