Nas maratonas aquáticas Brasil é quarto no revezamento do Mundial FINA na Coreia do Sul

7 meses ago 0

Time diz que desempenho superou as expectativas. Equipe nadou com Ana Marcela Cunha, Viviane Jungblut, Diogo Villarinho e Fernando Ponte, todos beneficiados pelo Bolsa Atleta
Luiz Roberto Magalhães, de Gwangju, na Coreia do Sul – rededoesporte.gov.br
Fotos Satiro Sodré SSPress

Embora não tenha subido ao pódio, o time brasileiro fez bonito nesta quinta-feira (18.07) na Coreia, noite de quarta-feira (17.07) no Brasil, na prova do revezamento misto (5km) do Mundial de Desportos Aquáticos de Gwangju.
A equipe formada por Ana Marcela Cunha, Viviane Jungblut, Diogo Villarinho e Fernando Ponte – que disputou a prova nesta ordem – sabia, desde o início, que conquistar uma medalha seria complicado. Mas o quarto lugar entre os 21 times, de 21 países, que competiram superou as expectativas e deixou todos os atletas e membros da comissão técnica felizes. O Brasil completou a prova com o tempo de 54min24s5.

“Foi uma prova muito boa. Acho que todo mundo nadou acima do que esperava. Superou as expectativas. A gente sabia que nós dificilmente brigaríamos por uma medalha, mas a gente acreditou até o final e o quarto lugar foi muito bom. É uma colocação de respeito e a gente está muito feliz”, comemorou Diogo Villarinho.
A prova, que não olímpica, foi vencida pela equipe da Alemanha, que nadou com Lea Boy, Sarah Koehler, Soeren Meissner e Rob Muffels. Eles chegaram ao ouro com o tempo de 53min58s7. O time italiano, formado por Rachele Bruni, Giulia Gabbrielleschi, Domenico Acerenza e Gregorio Paltrinieri, chegou muito próximo dos alemães e ficou com a prata, com 53min58s9. O bronze foi para os Estados Unidos, que teve Haley Anderson, Jordan Wilimovsky, Ashley Twichell e Michael Brinegar. Eles terminaram com o tempo de 53min59s0.
O Brasil superou, por exemplo, o fortíssimo time da Holanda, que nadou com dois campeões olímpicos do Rio 2016 – Sharon van Rouwendaal e Ferry Weerterman – e terminou na 7ª posição.
O time da Itália, Estados Unidos e França também tinham medalhistas olímpicos em suas equipes, como a norte-americana Haley Anderson, prata em Londres 2012 e campeã mundial em Barcelona 2013 nos 5km; a italiana Rachele Bruni, prata no Rio 2016 e bronze nos 10km no Mundial de Gwangju e no revezamento no Mundial de Budapeste 2017, além do francês Marc-Antoine Olivier, bronze no Rio 2016 e campeão mundial em Budapeste 2017 nos 5km e no revezamento.
Isso sem contar as equipes que tinham campeões mundiais na prova, como a Hungria, cujo nadador Kristof Rasovzky foi ouro em Gwangju no último sábado (13.07) nos 10km. Os húngaros ficaram em 8º na prova desta quinta-feira.
“Acho que a estratégia que a gente pensou funcionou muito bem. Colocamos as duas meninas na frente (Ana Marcela e Viviane) e é claro que a gente queria brigar pela medalha, mas tinha muitas equipes favoritas que a gente desbancou, como a França e Holanda. A gente conseguiu vencê-las. Acho que foi um resultado muito positivo nisso”, ressaltou Fernando Ponte.

“Todo mundo entrou e fez o melhor que podia. Eu tentei, cheguei a ficar no pé do americano que pegou o pódio (Michael Brinegar, que fechou o revezamento para os Estados Unidos), mas ele imprimiu um ritmo muito forte e eu não consegui segurar no vácuo dele. Mas foi muito bom. Quarta colocação no Mundial é algo bem expressivo, principalmente quando todo mundo está com a força máxima”, completou o brasileiro.
Nesta sexta-feira (19.07) na Coreia, noite de sexta-feira (18.07) no Brasil, as maratonas aquáticas disputam a última prova no Campeonato Mundial de Desportos Aquáticos de Gwangju: os 25km.
Ana Marcela Cunha, tricampeã desta prova e que ontem conquistou o ouro nos 5km e se tornou a maior campeã da história dos Mundiais nas maratonas aquáticas, tentará chegar ao tetracampeonato nos 25km. O Brasil teria ainda Victor Colonese na disputa masculina, mas o nadador pediu para não competir. A largada será às 8h para os homens e às 8h05 para as mulheres, 20h e 20h05 no horário de Brasília, respectivamente.

Pódios desde Roma 2009
Os atletas das maratonas aquáticas têm contribuído bastante para o sucesso do Brasil nos Campeonatos Mundiais de Desportos Aquáticos.
Desde a edição de Roma 2009, quando Poliana Okimoto se tornou a primeira nadadora brasileira a subir ao pódio, com o bronze nos 5km, os representantes do país na modalidade faturaram medalhas em todas as edições seguintes: Xangai 2011, Barcelona 2013, Kazan 2015, Budapeste 2017 e, agora, em Gwangju 2019.
No total, o Brasil tem 14 medalhas em Campeonatos Mundiais nas maratonas aquáticas: 5 de ouro, 3 de prata e 6 de bronze. Confira a lista de pódios do Brasil na competição:
Ouro
» Xangai 2011 – Ana Marcela Cunha – 25km
» Barcelona 2013 – Poliana Okimoto – 10km
» Kazan 2015 – Ana Marcela Cunha – 25km
» Budapeste 2017 – Ana Marcela Cunha – 25km
» Gwangju 2019 – Ana Marcela Cunha – 5km

Prata
» Barcelona 2013 – Poliana Okimoto – 5km
» Barcelona 2013 – Ana Marcela Cunha – 10km
» Kazan 2015 – Allan do Carmo, Ana Marcela Cunha e Diogo Villarinho – Equipe 5km

Bronze
» Roma 2009 – Poliana Okimoto – 5km
» Barcelona 2013 – Ana Marcela Cunha – 5km
» Barcelona 2013 – Allan do Carmo, Poliana Okimoto e Samuel de Bona – Equipe 5km
» Kazan 2015 – Ana Marcela Cunha – 10km
» Budapeste 2017 – Ana Marcela Cunha – 5km
» Budapeste 2017 – Ana Marcela Cunha – 10km

Investimento
Todos os seis atletas das maratonas aquáticas que defendem o Brasil no Mundial de Gwangju recebem a Bolsa Atleta do Governo Federal.
Dos seis, apenas Victor Colonese não recebe a Bolsa Pódio, a mais alta categoria do programa, do qual fazem parte Diogo Vilarinho, Fernando Ponte, Allan do Carmo, Ana Marcela Cunha e Viviane Jungblut.
O investimento anual nos atletas da Seleção Brasileira de maratonas aquáticas em Gwangju é de R$ 731,1 mil.

O Portal Francisswim.com.br é uma empresa de notícias/mídia sobre esportes aquáticos que abrange natação competitiva, mergulho, polo aquático, nado sincronizado e águas abertas. O Portal Francisswim foi lançado em janeiro de 2018 e rapidamente se tornou o site de natação, na língua portuguesa, mais acessado no mundo.

O Portal Francisswim.com.br promove diversas ações e projetos visando inclusão social e responsabilidade ambiental que são compartilhadas em nossas plataformas de redes sociais.

Social Responsability
The Francisswim.com.br Portal promotes diverse actions and projects aiming at social inclusion and environmental responsibility that are shared in our platforms of social networks.

Saiba mais sobre a Casa de Apoio Madre Ana

A Casa de Apoio Madre Ana proporciona um acolhimento digno a pacientes pediátricos e adultos portadores de câncer, transplantados, com problemas cardíacos, dentre outros, juntamente com seus acompanhantes vindos do interior do Estado e de outros estados brasileiros. São pessoas de baixa renda que necessitam de um suporte integral durante o período do seu tratamento na Santa Casa.

Os hóspedes recebem moradia, alimentação, material de higiene e conforto espiritual sem nenhum custo. Tudo com um único objetivo: aumentar as chances de cura dos nossos pacientes assistidos.

O leitor do site Francisswim.com.br que quer contribuir pode clicar na logomarca da Casa de Apoio Madre Ana e adicionar uma doação. Além disso, também é possível ser doador mensal para tanto, basta acessar o link: https://goo.gl/cK5wHb

Saiba mais sobre o Banco de Alimentos

O Banco de Alimentos atua como um gerenciador de desperdícios administrando três operações: coleta de doações, armazenamento, e distribuição qualificada de alimentos para entidades beneficentes, tais como creches, asilos, lares de excepcionais, entre outras ongs. A Rede de Bancos de Alimentos do Rio Grande do Sul possui 23 Bancos de Alimentos associados no Estado, os quais doam mais de 500 toneladas de alimentos para 900 instituições, todos os meses. Além da doação de alimentos, desenvolve projetos de nutrição em parceria com as principais universidades Gaúchas, levando mais Segurança Alimentar e Nutricional para as pessoas atendidas nas entidades beneficentes. Participe dessa luta contra a fome e a miséria, entre em contato com o Banco de Alimentos! Telefone: 51-3026.8020 – E-mail: bancodealimentos@bancodealimentosRS.org.br.

Site para maiores informações: http://www.redebancodealimentos.org.br/Inicial