Natação francesa retorna às piscinas no Troféu Setti Colli

1 mês ago 0

Os nadadores franceses finalmente voltaram às piscinas. Depois de mais de cinco meses sem cair na água, parte da seleção francesa, incluindo Mélanique Hénique e Marc-Antoine Olivier, competiram em Roma. Três dias na bacia do Foro Itálico, por ocasião do Trofeo Sette Colli, que decorreu de terça-feira 11 a quinta-feira 13 de agosto. Conclusão, bons tempos de volta e uma recuperação gradual sob o sol romano.
Vários nadadores da seleção francesa participaram do Trophée des Sept Collines. Primeiro encontro desde a crise de saúde que abrandou muito o entusiasmo dos atletas, estes três dias foram uma oportunidade para os poucos nadadores franceses presentes redescobrirem sensações, no centro desportivo Foro Itálico, no bairro Della Vittoria. Bairro que soube levar o nome da borboleta Mélanie Hénique. A medalhista mundial abriu com ouro na noite de terça-feira ao vencer a final feminina dos 50 metros borboleta. Um tempo de 25’77, não muito longe de seu melhor desempenho em Budapeste em 2017 (25’63). A Amiens conquistou a medalha de prata nos 50 metros livre, apenas uma hora e meia após sua final borboleta em um tempo de 25’11.


Por seu lado, Marc-Antoine Olivier, em boa forma, ficou em quarto lugar nos 400 metros livres com o tempo de 3’50”66. De passagem, melhorou o seu recorde de 3’51”71, à frente de Damien Joly na sexta posição. Marc-Antoine Olivier admitiu ter “alcançado rapidamente o seu nível” e ter “até melhorado” desde o fim das competições, em função do COVID-19. No dia seguinte, os dois nadadores franceses de longa distância também disputaram os 800 metros e os 1.500 metros livres, destacando-se o recorde europeu do italiano Gregorio Paltrinieri (14’33”10). O nadador de 25 anos fez um retorno impressionante, melhorando seu recorde anterior de 96 centésimos! Marc-Antoine Olivier e Damien Joly terminaram em terceiro e sexto, respectivamente.


O jovem nadador francês Mewen Tomac se deu bem no Foro Itálico, conquistou a medalha de ouro nos 50 metros costas com o tempo de 24’88. Apenas vinte minutos depois, Amiens de 18 anos, terminou em primeiro nos 100 metros costas com 53’29, tornando-se assim o quarto melhor nadador francês de todos os tempos! Finalmente, Mewen Tomac ficou em terceiro nos 200 nado costas com o tempo de 1’58”39. Ou seja, um quase irrepreensível europeu junior para a equipe francesa.
O retorno às competições foi convincente para os nadadores franceses presentes no Foro Itálico, antes de uma temporada olímpica que promete ser promissora. Próxima etapa da seleção francesa, o campeonato italiano de águas abertas que acontecerá em Piombino, de 18 a 21 de agosto de 2020, sem contar o campeonato francês de 25 a 27 de setembro.
FONTE FÉDÉRATION FRANÇAISE DE NATATION

Você está procurando um refúgio tropical e um espetacular evento de natação em águas abertas? Então, temos algo para você! Ocean Swim Fiji, evento de classe mundial, em um local de praias e ilhas de tirar o fôlego, com a hospitalidade clássica dos habitantes da ilha Fiji, este é o seu mergulho para 2020. Comece a planejar sua viagem ao paraíso hoje! Saiba mais https://oceanswimfiji.com/

Treine com o melhor e nade um nível acima. A marca arena oferece produtos de alta tecnologia para você treinar ou competir. Compre pelo site oficial:  https://arenawaterinstinct.com.br/ com o cupom #arenafrancis para ganhar 12% de desconto

O Projeto Nadando Pelos Cartões Postais busca unir esporte e a conscientização ecológica com as suas atividades de águas abertas. Saiba mais como participar e apoiar este projeto no https://www.facebook.com/worldswim/