No marco de um ano para os Jogos de 2020, Tóquio revela as medalhas olímpicas

6 meses ago 0

Fabricadas a partir de dispositivos eletrônicos reciclados doados pelos japoneses, as medalhas são 100% sustentáveis e traduzem o conceito de que, para brilhar, é necessário trabalho duro
No marco de um ano para a Cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020, o Comitê Organizador do megaevento japonês revelou, nesta quarta-feira (24.07), o design das medalhas que serão entregues para os melhores atletas do mundo.

Fabricadas a partir de telefones celulares e pequenos dispositivos eletrônicos doados pela população japonesa, as medalhas são produto de um intenso trabalho de reciclagem e 100% sustentáveis. Vencedor de um concurso que envolveu mais de 400 inscrições de escritórios, profissionais e estudantes, o japonês Junichi Kawanishi foi o responsável pelo design.
Os modelos apresentados refletem o conceito de que, para obter a glória, os atletas precisam batalhar pela vitória no cotidiano dos treinamentos. Por isso, as medalhas fazem alusão a pedras brutas que precisam ser polidas incessantemente para obter luz e brilho.
As medalhas de ouro, prata e bronze foram construídas de forma a refletir uma série de padrões de luz, simbolizando a energia dos atletas e das pessoas que dão suporte a eles. O design também pretende simbolizar a diversidade e enfatizar um mundo em que as pessoas que competem nos esportes e trabalham duro são honradas. O reflexo proporcionado pelas medalhas pretende indicar, ainda, o brilho da amizade e da união entre pessoas de todo o mundo.

Havia alguns requisitos pré-estabelecidos para a confecção das medalhas. Elas deviam trazer a imagem da deusa grega da vtiória, Nike, em frente do estádio Panatenaico, na Grécia, numa referência à origem dos Jogos Olímpicos, na antiguidade. Outras obrigatoriedade eram trazer o nome oficial dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 e o símbolo dos cinco aros olímpicos.
As medalhas de ouro, prata e bronze têm 85mm de diâmetro. A parte mais fina de cada uma delas tem 7,7 milímetros de espessura e a mais grossa, 12,1mm. A medalha de ouro pesa em torno de 556g e contém seis gramas do metal revestindo uma base feita em prata. As medalhas de prata pesam 550g e são 100% de pura prata. As de bronze pesam em torno de 450 gramas e têm em sua composição 95% de cobre e 5% de zinco.

Caixinhas únicas
A fita da medalha traz as marcas dos Jogos Tóquio 2020 numa apresentação moderna e pretende ser o reflexo do Japão atual, numa demonstração de unidade na diversidade. O design também promove uma das visões da organização, de inovação a partir da harmonia. A confecção adotou fibras de poliéster quimicamente reciclados que produzem menos emissões de gás carbônico durante a manufatura.
As caixas em que as medalhas serão guardadas pelos atletas também receberam atenção especial. Inspiradas nos emblemas dos Jogos Olímpicos de Tóquio, cada “case” será criada de forma artesanal, com uma mistura de técnicas tradicionais e modernas. Os padrões de fibra de madeira aplicados terão sutis diferenças entre si. A intenção é enfatizar que cada conquista, de cada atleta, tem uma história particular.

Rededoesporte.gov.br, com informações de tokyo2020.org

O Portal Francisswim.com.br é uma empresa de notícias/mídia sobre esportes aquáticos que abrange natação competitiva, mergulho, polo aquático, nado sincronizado e águas abertas. O Portal Francisswim foi lançado em janeiro de 2018 e rapidamente se tornou o site de natação, na língua portuguesa, mais acessado no mundo.

O Portal Francisswim.com.br promove diversas ações e projetos visando inclusão social e responsabilidade ambiental que são compartilhadas em nossas plataformas de redes sociais.

Social Responsability
The Francisswim.com.br Portal promotes diverse actions and projects aiming at social inclusion and environmental responsibility that are shared in our platforms of social networks.

Saiba mais sobre a Casa de Apoio Madre Ana

A Casa de Apoio Madre Ana proporciona um acolhimento digno a pacientes pediátricos e adultos portadores de câncer, transplantados, com problemas cardíacos, dentre outros, juntamente com seus acompanhantes vindos do interior do Estado e de outros estados brasileiros. São pessoas de baixa renda que necessitam de um suporte integral durante o período do seu tratamento na Santa Casa.

Os hóspedes recebem moradia, alimentação, material de higiene e conforto espiritual sem nenhum custo. Tudo com um único objetivo: aumentar as chances de cura dos nossos pacientes assistidos.

O leitor do site Francisswim.com.br que quer contribuir pode clicar na logomarca da Casa de Apoio Madre Ana e adicionar uma doação. Além disso, também é possível ser doador mensal para tanto, basta acessar o link: https://goo.gl/cK5wHb

Saiba mais sobre o Banco de Alimentos

O Banco de Alimentos atua como um gerenciador de desperdícios administrando três operações: coleta de doações, armazenamento, e distribuição qualificada de alimentos para entidades beneficentes, tais como creches, asilos, lares de excepcionais, entre outras ongs. A Rede de Bancos de Alimentos do Rio Grande do Sul possui 23 Bancos de Alimentos associados no Estado, os quais doam mais de 500 toneladas de alimentos para 900 instituições, todos os meses. Além da doação de alimentos, desenvolve projetos de nutrição em parceria com as principais universidades Gaúchas, levando mais Segurança Alimentar e Nutricional para as pessoas atendidas nas entidades beneficentes. Participe dessa luta contra a fome e a miséria, entre em contato com o Banco de Alimentos! Telefone: 51-3026.8020 – E-mail: bancodealimentos@bancodealimentosRS.org.br.

Site para maiores informações: http://www.redebancodealimentos.org.br/Inicial