Prefeito de Tóquio pede ao governo japonês que declare estado de emergência devido ao Covid-19

11 meses ago 0

Tóquio e três prefeituras vizinhas pediram ao governo japonês que declarasse estado de emergência à medida que os casos de coronavírus aumentam nas cidades-sede dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos.

Os governadores de Tóquio, Saitama, Chiba e Kanagawa se reuniram com o Ministro da Revitalização Econômica Yasutoshi Nishimura, que é responsável pela resposta do governo japonês à crise, para fazer o pedido.

“Concordamos que estamos em uma situação grave que nos justifica considerar a declaração do estado de emergência”, disse Nishimura após a reunião, conforme relatado pelo Kyodo News.

Nishimura insistiu, no entanto, que o Governo “ouviria as opiniões de especialistas” antes de decidir se implementará ou não o estado de emergência.

O ex-primeiro-ministro Shinzō Abe declarou estado de emergência no Japão em resposta à pandemia em 7 de abril do ano passado – duas semanas após as Olimpíadas e Paraolímpicas terem sido adiadas para 2021. Foi levantado no final de maio.

No entanto, com a capital japonesa relatando taxas de infecção recorde, as pessoas que moram nas quatro prefeituras requerentes devem ser orientadas a não deixar suas casas desnecessariamente após as 20h, um novo estado de emergência pode estar no horizonte.

Com base em um aviso do prefeito Yuriko Koike de que Tóquio estava enfrentando uma “explosão” de infecções, ele relatou 783 novos casos de COVID-19 hoje, com 88 dessas pessoas gravemente doentes.

A cidade-sede dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos relatou mais de 1.000 casos diários pela primeira vez no início desta semana, e uma nova variante do vírus de disseminação mais rápida foi detectada no Japão.

Isso levou o Japão a fechar sua fronteira para viajantes estrangeiros até pelo menos o final de janeiro, e os atletas de elite não estão mais isentos das restrições de viagem.

Ontem, o primeiro-ministro japonês Yoshihide Suga prometeu realizar Olimpíadas “seguras e protegidas” em 2021, apesar da crescente preocupação com a taxa de infecção.

O presidente do Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach, também insistiu que os Jogos “serão a luz no fim do túnel” e destacou a “determinação” da organização em realizar as Olimpíadas conforme planejado.

As Olimpíadas de Tóquio estão programadas para ocorrer de 23 de julho a 8 de agosto, com as Paraolimpíadas previstas para acontecer de 24 de agosto a 5 de setembro. Caso prossigam, o farão com uma série de contramedidas COVID-19 em vigor.

Os atletas serão incentivados a limitar suas estadias no Japão e as medidas que podem reduzir a propagação do vírus, como o uso de máscaras faciais e o distanciamento social, devem ser obrigatórias.

Ali Iveson | Por Dentro dos Jogos

CALENDÁRIO DE EVENTOS DE ÁGUAS ABERTAS 2021

SAIBA MAIS https://bit.ly/2KPCXt0