Presidente Ivo Piovezan Filho foi o entrevistado do Braçadas Regionais CBDA

3 meses ago 0

Organização, planejamento e reestruturação. Essas são as palavras de ordem na Federação de Desportos Aquáticos do Paraná desde março de 2017. Depois de assumir a presidência da FDAP, Ivo Piovezan Filho teve a missão de organizar uma das federações que mais revela talentos nos esportes aquáticos do Brasil.
O mandato de Ivo à frente da federação vai até 2020. Ao assumir a Federação, o presidente precisou “suar” a camisa para colocar todas as pendências em dia.

“Grande parte do quadro de funcionários da antiga gestão foi demitido antes de nós assumirmos. Então, ficamos sem informações sobre o sistema de registro de atletas e competições. Tivemos que aprender sozinhos e isso nos atrasou muito”, disse o presidente.

Além dos problemas operacionais, a nova gestão da FDAP precisou enfrentar uma grande dívida trabalhista.
“Encontramos um cenário com dívida trabalhista. Trabalhamos muito para conseguir honrar os compromissos e quitamos no fim do ano passado”, falou.

Em paralelo a organização da Federação, o presidente tenta estabelecer uma nova e boa relação com os clubes do Paraná.
“A relação com as equipes ainda é um processo que temos de buscar uma evolução, no sentindo que eles tenham um entendimento de que a FDAP é de todos e não do Presidente como foi testada durante anos”, completou.

Sobre os projetos futuros, o presidente afirma que o principal objetivo é estruturar a Federação para que o resultado final com os atletas seja ainda melhor.
“Queremos estruturar administrativamente para sua sustentabilidade técnica, física e financeira, promovendo competições de excelência, voltadas aos atletas e profissionais do desporto aquático”, finalizou.

Departamento de Comunicação – CBDA

Clique nas imagens abaixo para ter acesso as ofertas: