Guilherme Maia e seu treinador Guilherme Monteiro contam em entrevista a conquista de ouro inédito

5 meses ago 0

O nadador Guilherme Maia conquistou medalha de ouro na 23ª Olimpíada Mundial de Surdos, pela primeira vez historia do Brasil. O atleta, treinado por Guilherme Monteiro, venceu a prova de 200 metros livre com quebra de recorde. O evento aconteceu em Samsun, Turquia no mês de julho passado.

Guilherme Maia: Como foi a preparação para o campeonato na Turquia?
Não foi nada fácil, mudei tudo este ano para conseguir chegar no meu objetivo. Comecei a treinar com meu amigo Guilherme Brito Monteiro e com ajuda do Instituto Realizar consegui treinar na piscina da Portuguesa Santista (50 metros) mesma metragem da piscina da olimpíada. Logo depois a piscina apresentou problemas e precisei mudar o local de treino. Consegui treinar na piscina de 25m do Tênis Clube de Santos e a piscina do Clube Internacional de Regatas onde fiz os últimos treinos. Neste período tive o apoio e supervisão do Centro de Alta Performance onde fiz preparação física, parcerias massagens ( Sakai e Avelino) e supervisão alimentar ( luiz Fernando), Aí veio a parte de material e uniformes competitivos. Com ajuda de Igor Souza /Speedo e Vini Saturno/ Arena tudo deu certo!!
Precisávamos de apoio e patrocínio para levarmos o técnico para turquia, conseguimos fazer rifas e completar com ajuda total da NITA ALIMENTOS , GT NUTRITION / HAMMERHEARD /FUPES e amigos consegui bater o tão sonhado RECORDE MUNDIAL junto com meu parceiro Guilherme Monteiro

Guilherme Maia: Você esperava esse resultado? Como foi a sensação de uma conquista tão importante?
Eu espera sim! Também esperava para os 100m livres mas um mínimo erro na largada me fez perder o ouro por 40 milésimos. Mesmo ficando em 3 lugar bati o recorde olímpico junto com os 2 primeiros colocados russos.
Aí veio os 200m livre. Precisei de muita concentração, foco e orientação técnica para realmente mostrar minha preparação e superação. Esse resultado era um projeto de vários anos de muito treino , orientação e ajuda de minha mãe Andrea Maia.
Ao olhar o placar e ver meu nome, foi uma sensação incrível de felicidade, superação, conquista e de muita mas muita emoção!!!
Essa alegria e conquista histórica quero que sirva de estímulo as nossas crianças surdas e ouvintes também. Para que saibam das dificuldades do surdo mas também saibam que nada é impossível até que se prove o contrário! E eu provei que nós podemos fazer história!!!

Guilherme Maia: Como a natação entrou em sua vida?
A natação entrou muito cedo na minha vida, risos
Minha mãe foi nadadora e professora de natação. Aos 1ano e 2 meses eu já estava na água ( não foi antes como minha irmã 45 dias porque fazia muito frio naquele ano)
Minha mãe me ensinou tudo!!!
Me dava tapinha no bumbum para eu não perder as saídas! Risos nunca queimei uma prova, sabia?!
Eu fui cada dia mais me apaixonando pela água e seus efeitos em mim .

 

Guilherme Maia: Quais os próximos passos? Vai se preparar para qual competição?
Próximo objetivo é Sul Americano 2018, na Colômbia e
Mundial 2019, ainda não tem local.

Guilherme Monteiro: Como foi a preparação do Guilherme?
O atleta Guilherme Maia é um atleta muito focado, este ano ele se privou da sua vida externa para focar em um excelente resultado na olimpíada. Ele treinou muito à parte específica (água) principalmente para as provas de 100 e 200 m livre, prova essa que conseguiu obter as medalhas de bronze e medalha de ouro com recorde mundial (feito inédito para o Brasil), na parte física (potência, força e flexibilidade específica para natação) e dieta para melhorar o ganho de massa magra e otimizar os resultados com seu nutricionista/fisiologista. Sem esse trabalho multidisciplinar não teríamos um resultado tão satisfatório. (Técnico Guilherme Monteiro, preparador físico Rodrigo pandelo, Fisiologista/nutricionista Luis Miranda, Massagens e fisioterapia ( Luis Avelino e Renato Sakaí)

Guilherme Monteiro: E a rotina de treinos?
O atleta tem uma rotina bem otimizada, visando sempre parte específica, não trabalhamos com grandes volumes e sim com foco no treinamento de alta intensidade. São duas horas de treino na água ( 7 secções por semana), 3 secções parte física por semana. O volume diário na água são 6 mil metros no Período de base, média 4 mil a 5 mil metros no Período específico e 3 mil metros no Período regenerativo.

 

Guilherme Monteiro: Quais dicas você daria para os jovens que estão iniciando no mundo das piscinas?
A piscina é um meio magnífico, além da natação preparar o seu corpo para o esporte, transforma sua mente para a vida, gostaria que todos os jovens nunca desistissem dos seus sonhos, respeite sempre o seu técnico, faça sempre todos os treinos da melhor forma possível e lembre-se que se você quer ser um nadador diferente (bem sucedido) faça coisas diferentes, o sucesso só acontece para as pessoas dedicadas /determinadas.