Santiago Grassi Nadador profissional e graduado em marketing

2 meses ago 0

Longe do brilho e do glamour dos Jogos Olímpicos, dezenas de atletas subsidiam suas rotinas de treinamento diário tendo outros empregos. Da agricultura ao setor bancário, o Tokyo 2020 analisa vários candidatos que pretendem causar um impacto no próximo verão e quais funções eles desempenham fora da competição. Nesta semana, olhamos para o nadador argentino Santiago Grassi, que está dando um mergulho no mundo do marketing.

 

Nome: Santiago Grassi

Idade: 24

País: Argentina

Esporte: Natação

 

Sua vida de atleta

Santiago Grassi experimentou pela primeira vez a vitória no cenário internacional com apenas 18 anos, quando ganhou a prata nos 100m borboleta nos Jogos Pan-americanos de 2015 em Toronto. Ele terminou a prova com um novo recorde argentino de 52,09, atrás apenas do americano Giles Smith, que alcançou o novo recorde pan-americano de 52,04.

Mas não foi a primeira vez que Grassi anunciou seu imenso potencial para o mundo da natação. Poucos meses antes dos Jogos Pan-americanos, o atleta nascido em Santa Fé bateu um dos mais antigos recordes da natação argentina, o recorde de 52,93 100m borboleta que o lendário nadador Jose Meolans havia estabelecido em 2003.

Como promissor nadador sul-americano, Grassi fez sua estreia olímpica no Rio 2016, onde, infelizmente, seu impressionante tempo de 52,56 não foi suficiente para ultrapassá-lo nas eliminatórias. Então, na preparação para os Jogos Pan-americanos de 2019 em Lima, ele se tornou o primeiro argentino a quebrar a barreira dos 52 segundos ao finalizar uma competição universitária em 51,88.

O Pan de 2019 representou um momento agridoce para Grassi. Embora seu desempenho não tenha sido suficiente para ganhar a cobiçada medalha de ouro, os 51,92 que ele postou durante a fase preliminar foram suficientes para garantir a classificação para Tóquio em 2020.

Seu armário de troféus agora inclui duas medalhas em eventos da equipe pan-americana e oito medalhas no Campeonato Sul-Americano, enquanto ele também competiu em dois campeonatos mundiais e detém quatro recordes argentinos.

Agora com um ingresso para uma segunda Olimpíada em seu poder, Tóquio 2020 pode ser o palco perfeito para ele dar o próximo passo em frente.

A vida profissional dele

Enquanto 2020 foi um ano de planos interrompidos para muitos, Santi – como é carinhosamente conhecido – foi capaz de obter ganhos tanto na vida pessoal quanto profissional.

Ele não apenas se tornou um nadador profissional, ingressando na LA Current da International Swimming League (ISL), mas também se formou na Auburn University com especialização em Marketing e Gerenciamento de Sistemas de Informação.

Em uma recente entrevista ao Argentina Amador Deporte, Grassi explicou que embora conseguir um emprego de tempo integral não esteja no topo de sua lista de prioridades, ele vem ganhando experiência trabalhando no departamento de marketing da empresa de seu pai.

“É um dos meus sonhos ter estabilidade financeira para poder nadar por muitos anos e desfrutar disso.”

Mas um grande aspecto da natação na ISL é que os atletas podem competir sem ter que procurar outras formas de emprego.

“O meu sonho é viver da natação, adoro este desporto. Não faço isso por dinheiro, mas hoje em dia, ser adulto, viver sozinho e ganhar a vida nadando não é assim tão fácil. É algo que gosto e espero poder continuar fazendo por muitos anos. Por enquanto, vou almejar por mais quatro anos e depois ver qual é a situação”.

Fonte https://tokyo2020.org/en/news/santiago-grassi-professional-swimmer-and-marketing-grad