Seleção portuguesa de polo aquático treina com vista ao Europeu de Barcelona 2018

2 semanas ago 0

Os treinos da seleção nacional de polo aquático masculina envolveram 33 jogadores, em representação de 9 clubes, entre o dia 1 e o dia 3 de novembro, nas piscinas do Colégio de Lamas, com vista ao jogo de “play-off” do Europeu de Barcelona 2018.
Plano de treinos: dia 1 das 14h às 18h, dia 2, 8h30 às 11h30 e das 15h às 18h e dia 3 das 8h30 às 12h.

Declarações

Francisco Silva:
“É um privilégio fazer parte deste grupo de trabalho, onde há uma grande partilha de experiências e se aprende com os melhores.
Aliado aos treinos diários dos clubes, ter todos os fins de semana a seleção sénior e júnior a treinar, permite fazer crescer o polo aquático e subir o nível de ambição no patamar internacional.
Em qualquer modalidade, representar a seleção nacional é um sonho legítimo de qualquer atleta, e estamos a trabalhar de forma muito dedicada e apaixonada para merecermos essa honra.”

Pedro Borges:
“Para mim é um orgulho enorme estar presente nos estágios da seleção nacional sénior de polo aquático. Melhor ainda é poder fazê-lo tão jovem.
São sempre dias muito enriquecedores quer a nível desportivo quer a nível pessoal.
Espero poder continuar a estar presente para dar o meu contributo e aprender cada vez mais. ”

Paulo Carneiro:
“Aliamos os treinos semanais nos clubes com os treinos ao fim de semana na seleção, para aperfeiçoar várias técnicas, ganhar novos horizontes ao treinar com a seleção sénior e começando assim a preparar atletas para uma nova geração.
Excelente estágio, que nos possibilitou treinar as componentes técnicas e tácticas com uma intensa carga horária.
É com grande entusiasmo e espírito de grupo que encaramos os próximos desafios internacionais juniores.
Assumimos a nossa vontade de contribuir activamente no futuro do Polo Aquático Português.”

Leonardo Leão:
“Este fim de semana realizou se mais um estágio da seleção. Foi um período bastante árduo, onde treinamos vários aspetos, principalmente técnicos.
Estar na seleção nacional é, para todos os mais novos que foram chamados recentemente pela primeira vez, o resultado de varias horas de treino diário. Estar aqui, junto dos melhores jogadores do país não significa que o trabalho esta feito, mas sim que é agora que começa o trabalho a serio!
Dentro deste grupo, evoluímos o nosso jogo, porque jogamos contra os melhores de Portugal, e vemos a vontade e o sacrifício que eles fazem para conseguir passar o play-off, e é essa imagem que nos temos de guardar para conseguir dar continuidade a este excelente trabalho que eles estão a fazer.”

Miguel Ramalheira:
“Segundo estágio com um número alargado de atletas, onde procuramos integrar da melhor forma os novos atletas da seleção.
Sexta e sábado trabalhamos aspetos táticos e domingo trabalhamos a parte técnica, principalmente mudanças de direção.
O grupo continua focado e unido para chegarmos aos objetivos pretendidos quer de seleção sénior quer de sub-19. Queremos continuar a subir o nível do polo aquático português no panorama internacional.”

José Brandão:
“Este estágio da seleção foi mais uma vez importante para reforçar os pormenores técnicos no desenvolvimento da técnica dos jogadores. O facto de se ter reunido duas seleções (“uma júnior” e uma sénior) foi muito importante na medida em que se trabalhou aspetos físicos e tácticos do jogo tais como superioridades numéricas com a equipa sénior.
Desta forma, foi possível melhorar as qualidades defensivas da equipa mais nova, embora ainda seja preciso reforçar a parte física da seleção júnior. A concentração nacional foi muito produtiva e permitiu em todo o estágio melhorar as qualidades em geral. No último dia fizemos jogo (a equipa júnior) e exercícios de balanço na água para melhor aproveitarmos o nosso desempenho na água”

Rodrigo Rodrigues:
“Representar a seleção nacional é um sonho que todos os atletas alimentam desde o início do seu percurso desportivo.
Estamos a estagiar em conjunto seniores e juniores, o que nos permite progredir mais rápido, aprendendo com os melhores.
Nos últimos anos, temos atingido bons resultados, mas queremos agarrar o desafio de novas vitórias, para isso trabalhamos nos clubes e nas seleções, com uma grande intensidade e frequência.”

Tiago Gomes:
“Foi um estágio extremamente produtivo. Em termos técnicos e táticos foram feitos vários tipos de exercícios, com uma forte ajuda da equipa sénior que se mostrou sempre disposta e pronta a ajudar.
Toda a equipa encontra-se já com uma forte união e motivação para ultrapassar todos os obstáculos que nos esperam, e uma interajuda muito agradável.
Apesar de tudo, existe ainda muita coisa a ser aperfeiçoada e melhorada a todos os níveis.”

Mycola Yanochko
João Silva
António Pombinho
Francisco Silva
Tiago Costa
Ricardo Teixeira
Pedro Sousa
Tiago Parati
João Leite
Rui Ramos
Salvador Lopes
Nuno Alexandre
Jorge Figueiredo
Bruno Sousa
Ricardo Sousa
Filipe Oliveira
Cristiano Joaquim
Miguel Ramalheira
Tiago Mota
Pedro Borges
Rodrigo Rodrigues
José Brandão
Luis Abreu
Ruben Santos
João Brito
Paulo Carneiro
Ruben Leal
Cláudio Bastos
Pedro Santos
Leonardo Duarte
José Pereira
Ricardo Carneiro
Iuri Coelho
Selecionador Nacional
Fernando Leite
Treinadores Nacionais
Ana Silva
Diogo Ferraz
Treinador GR
Ricardo Pereira
Treinadores Convidados
Sofia Andrade
João Machado
Team Manager
Ricardo Monteiro

Fonte Imprensa FPNatação
Foto http://wos-chlorus.com/selecao-absoluta-masculina-estagia-em-lamas