Sporting e Algés Dafundo campeões da 1.ª divisão nas Piscinas Olímpicas de Coimbra, Portugal

2 meses ago 0

A equipa masculina do Sporting e a feminina do Algés e Dafundo, sagraram-se hoje campeões da 1.ª divisão nas Piscinas Olímpicas de Coimbra. Os leões somaram o seu sétimo títulos consecutivos, e as algesinas, que há um ano interrompeu um ciclo de oito vitórias do FC Porto, bisaram, numa competição que ambas as equipas dominaram desde primeira sessão da primeira jornada.

A equipa de Alvalade assegurou o triunfo com 713 pontos, bem destacada do Benfica (604) e do FC Porto (585). Já a formação da linha terminou isolada com 729 pontos à frente do Benfica (659) e Sporting (628).

No plano dos resultados, referência na formação feminina da SAD – Madalena Azevedo, Raquel Pereira, Francisca Azevedo e Rita Frischknecht – terminou a competição com um máximo nacional na estafeta de 4×200 livres (8.25,04). O Anterior máximo já lhe pertencia com 8:26.91 obtido em Oeiras em 20 de julho de 2017.

Seria também nas estafetas que o Sporting registava um outro máximo nacional absoluto dos 4×100 estilos masculinos no decorrer da primeira jornada. O quarteto leonino – Francisco Santos, Alexis Santos, Igor Mogne, Tiago Costa – venceu os 4×100 estilos com 3.46,10 minutos superando o máximo anterior (3.46,65) Clube Natação da Amadora na Povoa de Varzim a 7 de agosto de 2011.

Carlos Cruchinho, treinador do Sporting: “Procuramos gerir a nossa vantagem pontual ao longo da competição com o sentido claro que a vitória nesta competição era o nosso grande objectivo. Os nossos nadadores estão de parabéns até porque os que participaram nas estafetas todos fizeram sete provas o que não permitiu chegar a outros resultados. Atingimos ainda o recorde nacional na estafeta dos 4×100 estilos assim como tivemos Alexis santos e João Vital a assegurar mínimos para os Europeus absolutos.”

Miguel Frischknecht, treinador do Algés e Dafundo: “Pela pontuação final até pareceu uma vitória fácil, mas não foi. Foi um triunfo difícil com um sabor especial frente aos grandes do desporto nacional: Benfica, Sporting e FC Porto. Este é o primeiro bicampeonato do Algés e Dafundo em femininos. Não posso deixar de referir o recorde nacional dos 4×200 livres, o quarto lugar masculino assim como os mínimos para competições internacionais de Rafaela Azevedo e Raquel Pereira.

1.ª Divisão Masculina:

  1. Sporting SCP 713,00
  2. Benfica SLB 604,00
  3. Porto FCP 585,00 4. Algés SAD 528,00
  4. Braga SCB 481,00
  5. Belenenses CFB 432,00
  6. Famalicão GDNFAMA 414,00
  7. Náutico Académico CNAC 385,00
  8. Colégio Monte Maior ADRCIMM 361,00
  9. Estrelas S. João de Brito ESJB 350,00
  10. Galitos/ Bresimar CGA 328,00
  11. União Piedense SFUAP 308,00.

 

 

Subida à 1.ª divisão masculina.

  1. Vilacondense CFV.
  2. Fluvial Portuense CFP 366,00
  3. Leixões LSC

 

1.ª Divisão Femininos:

  1. Algés SAD 729,00
  2. Benfica SLB 659,00
  3. Sporting SCP 628,00
  4. Porto FCP 627,00
  5. Fluvial Portuense CFP 505,00
  6. Belenenses CFB 467,00
  7. Galitos/ Bresimar CGA 408,00
  8. Náutico Marinha Grande DNMG 349,00
  9. Braga SCB 289,00
  10. Ginásio de Vila Real GCVR 287,00
  11. Desportiva de Viana EDV 278,00
  12. União Piedense SFUAP 258,00

 

Subida à 1.ª Divisão feminina:

  1. Académica de Coimbra AAC
  2. Leixões LSC
  3. Fundação Beatriz Santos FBSC

 

 

Nadadores que asseguram presença em competições internacionais em 2018:

Campeonato da Europa Absoluto

Alexis Manaças Santos (SCP) 200 estilos

João Alexandre Vital (SCP) 400 estilos

Raquel Gomes Pereira (SAD) 200 bruços

Jogos Olímpicos da Juventude

Raquel Gomes Pereira SAD 100 e 200 Bruços e 200 estilos

Tiago Roberto Cordeio SLB 200 Mariposa

Campeonato da Europa de Juniores

José Paulo Lopes (SCB) 400, 800 e 1500 livres e 200 e 400 estilos,

Luísa Maria Machado (SFUAP) 200 estilos

Jorge Jesus Silva (SCB) 200 estilos

Rafaela Gomes Azevedo (SAD) 100 e 200 costas

Letícia Maia André (SLB) 200 livres

Tiago Roberto Cordeio (SLB) 200 Mariposa

 

RESULTADO: http://www.fpnatacao.pt/Resultados/provas1718/07cnc1div/index.html

 

Informação geral

CLUBES INSCRITOS:

Masculinos – Sporting, Benfica, Estrelas São João de Brito, Clube Náutico Académico, S.F. União Artística Piedense, FC Porto, A.D.R. Colégio I. Monte Maior, G.D. Natação V. N. Famalicão, Sport Algés e Dafundo, Belenenses, S.C. Braga e Clube Galitos de Aveiros.

Femininos – Sport Algés e Dafundo, FC Porto, Sporting, Tavira Natação Clube, S.F. União Artística Piedense, Ginásio Clube Vila Real, Escola Desportiva de Viana, Clube Galitos Aveiro, Benfica, Belenenses, Desportivo Náutica Marinha Grande e Clube Fluvial Portuense.

No que diz respeito às regras competitivas, cada clube terá de se fazer representar em todas as provas do programa. A representação poderá incluir um ou dois nadadores(as) e uma equipa de estafetas por prova. Cada nadador(a) pode ser inscrito(a) num máximo de 4 (quatro) provas individuais mais as estafetas.

Os nadadores da categoria Infantil podem participar em 4 (quatro) provas, sendo-lhes permitido nadar um máximo de 2 provas por sessão incluindo estafetas.

Numa situação excecional, em que um nadador não possa participar numa prova, por motivo de acidente ou outro de comprovada gravidade, poderá o clube, desde que previamente autorizado pelo Júri da Competição, proceder à sua substituição imediata por outro nadador da equipa.

Não se fazer representar na prova em questão, consequentemente não pontuando, mas mantendo-se o clube em competição.

Os Clubes concorrentes a cada um dos campeonatos em disputa, 1ª Divisão Masculina e 1ª Divisão Feminina, serão agrupados por séries de acordo com o tempo de inscrição dos seus nadadores.

No caso de não existir tempo ou do mesmo ser igual para mais do que um clube, a atribuição de pistas será realizada aleatoriamente pelo programa de provas.

 

 

CLASSIFICAÇÕES:

Os clubes concorrentes serão ordenados pelo somatório dos pontos obtidos pelos nadadores em cada prova.

Funcionará como fator de desempate a soma do número de primeiros lugares obtidos por cada clube nas provas do campeonato. Se tal se revelar insuficiente recorrer-se-á aos 2º, 3º lugares obtidos e assim

sucessivamente até se encontrar o vencedor. Porém, se a situação de igualdade ainda se mantiver, sairá vencedora a equipa que tiver a prova mais pontuada pela tabela FINA em vigor.

 

 

O sistema de pontuação será o seguinte:

1.º Classificado – 25 pontos

2.º Classificado – 23 pontos

3.º Classificado – 22 pontos

e assim sucessivamente até ao 24.º classificado que terá 1 ponto.

Em caso de empate entre dois ou mais nadadores, ou entre duas ou mais equipas de estafetas, será atribuída a pontuação referente à sua classificação, mantendo-se para os restantes o sistema de pontuação vigente.

 

 

MUDANÇAS DE DIVISÃO:

As equipas classificadas em 10.º; 11.º e 12.º lugares nos campeonatos nacionais da 1.ª Divisão masculina e feminina transitarão para a 2.ª Divisão na época seguinte.

Sempre que um clube inscrito não compareça ao respetivo campeonato, verificar-se-á a descida de menos um clube à divisão imediatamente inferior.

Após a realização do campeonato de Clubes da 1ª Divisão na época de 2018-2019, a FPN procederá à classificação dos clubes mediante as posições alcançadas pelas equipas Masculinas e Femininas nas diferentes divisões e a partir desta classificação definirá as divisões do Campeonato Nacional de Clubes 2019-2020, que passará a ser definido pelo conjunto masculino e feminino de cada um dos Clubes. A regulamentação aqui proposta manter-se-á sendo a classificação conjunta.

 

 

Mais informação:

http://www.fpnatacao.pt/natacao-pura/eventos/campeonato-nacional-clubes-1a-divisao

 

 

Gabinete de Comunicação e Marketing da FPN