Tharcys Cussolin, paratleta da natação, destaque nos Jogos Universitários 2018

5 meses ago 0

Encerraram-se nesta sexta-feira, 11/05, os Jogos Paralímpicos Universitários 2018. Esta foi a terceira edição do evento, realizada no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo (SP), e teve o Centro Universitário Celso Lisboa como campeã-geral da competição. O segundo lugar ficou com UniSant’anna-SP e a Fundação de Ensino Superior Bragança Paulista-SP em terceiro. Nas disputas por gênero, a instituição de Bragança Paulista sagrou-se vencedora no ranking masculino, e a Universidade Federal de Santa Catarina, no feminino. Ao todo, 292 atletas de cerca de 200 instituições de ensino, de 24 Estados e do Distrito Federal, participaram.
Seis atletas representaram o Centro Universitário Celso Lisboa, sendo um do atletismo e cinco da natação.

10/05/2018 – São Paulo, SP – Centro Paralímpico Brasileiro -Jogos Paralímpicos Universitários 2018.©Daniel Zappe/CPB/MPIX

As competições e projetos do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) acompanham o crescimentos de jovens atletas. Um exemplo é o nadador Tharcys Cussolin, 17, que participou das Paralimpíadas Escolares, do Camping Escolar Paralímpico e esteve no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, disputando os Jogos Paralímpicos Universitários, que terminaram nesta sexta-feira, 11.

10/05/2018 – São Paulo, SP – Centro Paralímpico Brasileiro -Jogos Paralímpicos Universitários 2018 – Maria Dayanne da Silva.©Daniel Zappe/CPB/MPIX

Na quinta-feira, 10, primeiro dia de provas dos Jogos Universitários, Tharcys Cussolin, da classe S10, ficou em segundo lugar nos 100m livre, com o tempo 1min04s19, e obteve a mesma colocação nos 100m borboleta com 1min14s81. Na sexta-feira, 11, o paranaense fez a prova dos 50m livre.

Tharcys Gustavo Cussolin está cursando o primeiro semestre de direito no Centro Universitário Integrado, em Campo Mourão, Paraná: “Está muito puxado treinar e estudar. Eu treino no período da manhã e no da tarde, ainda vou à academia e, à noite, vou à faculdade. Acho que ter o esporte e a educação é essencial, porque eu não sei o dia de amanhã.” O nadador nasceu com má formação em uma das pernas e começou a utilizar prótese com um ano e dois meses de idade.

O paranaense participou das Paralimpíadas Escolares desde 2013, quando tinha 13 anos. “Está sendo uma experiência diferente, porque, até ano passado, eu participava das Escolares. Agora aqui nos Universitários é todo mundo mais velho e eu sou o menorzinho, mas estou gostando muito de competir com eles.”

10/05/2018 – São Paulo, SP – Centro Paralímpico Brasileiro -Jogos Paralímpicos Universitários 2018 – Maria Dayanne da Silva.©Daniel Zappe/CPB/MPIX

Ao se destacar na última edição das Paralimpíadas Escolares, em 2017, Tharcys foi convocado para a primeira edição do Camping Escolar Paralímpico, que ocorreu em janeiro deste ano. Este projeto do CPB proporciona a adolescentes de 13 a 18 anos, que disputaram as Escolares, a experiência de um treinamento de alta performance no CT Paralímpico. O jovem nadador acredita que essa oportunidade foi proveitosa para sua carreira.
“Depois que eu vim ao Camping passei a levar mais a sérios meus treinos. Eu nadei na etapa regional Rio-Sul do Circuito Loterias Caixa, em março deste ano, e não consegui o índice para disputar as nacionais. Com os meus resultados aqui nos Jogos Universitários, atingi esses índices. Isso mostra que meus esforços estão dando certo”, comentou Tharcys.

10/05/2018 – São Paulo, SP – Centro Paralímpico Brasileiro -Jogos Paralímpicos Universitários 2018 – Ana Paula Fernandes.©Daniel Zappe/CPB/MPIX

Nos Jogos Paralímpicos Universitários, 290 estudantes de todo o país disputaram sete modalidades: atletismo, bocha, judô, natação, parabadminton, tênis de mesa e tênis em cadeira de rodas. A competição foi organizada pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), em parceria com a Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU) e o Ministério do Esporte, com apoio do Governo do Estado de São Paulo e do Conselho Federal de Educação Física (CONFEF).

Fonte e fotos da Assessoria de comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro