Um bate papo com Federico Filosi atleta do Roma Nuoto Master

2 anos ago 0

A primeira temporada de Federico Filosi com a camisa roxa está prestes a terminar. Tivemos uma conversa com o vice-campeão mundial de 200 metros borboleta e nesta breve entrevista vamos compartilhar seu pensamento.

1. Após vários anos, você precisou encontrar um novo local. Como você se encontrou conosco?
Exatamente 5 anos. Não foi fácil para mudar de equipe, mudar de parceiro e também mudar de treinador, na verdade eu aproveito esta oportunidade para agradecer ao meu ex-treinador Stefano do Foro Italico pelos belos cinco anos passados juntos. Porém ao conhecer Francesco Viola, foi fácil para mim me adaptar aos treinos do Roma Masters. Então eu me encontrei muito bem neste grupo, numeroso e ao mesmo tempo não dispersivo. É incrível como está unido e como todos têm um objetivo comum.

2. Contribuir para a vitória histórica do título regional que emoções lhe deram?
Foi magnífico, após 13 anos de domínio FLAMINIO, que lutou até o último ponto e a última prova disponível para atingir esse objetivo. Nos últimos 5 anos eu não tive a chance de fazer uma quantidade de revezamentos, e na nova equipe foi possível montar bons revezamentos que foram úteis também para conhecer e integrar perfeitamente com todos.

3. Que nota você dá a sua temporada?
Dar uma nota nunca é fácil, porém posso dizer que estou muito feliz por ter alcançado o segundo lugar no circuito Supermaster.

4. Quantas vezes você treina por semana?
Nesta temporada eu tentei manter 2 ou 3 vezes até fevereiro, e, em seguida, aumentei para três, e às vezes quatro, com uma média de 4 km por treino para ficar bem mentalmente e fisicamente.

5. Quem gerencia sua agenda?
Minha preparação é praticamente administrada quase inteiramente pelo meu técnico Francesco Viola, com quem me sinto mesmo quando não posso treinar com a equipe, mas sozinho, de modo a seguir um cronograma linear para toda a temporada.

6. Você vai participar junto com outros no próximo Campeonato Europeu. Quais objetivos você tem?
Será um enorme prazer trazer as cores da natação do ROMA na Eslovênia com competições individuais e nos revezamentos. Como meta pessoal, espero poder melhorar meus tempos e tentar levar para casa pelo menos uma medalha.

7. Qual é a trilha sonora que acompanha você na prova?
Sobre a música para ouvir antes da prova, poderia encher um livro, mas digamos que eu tenha uma paixão por rock e metal, então a playlist pré-prova quase sempre consiste em ouvir Iron Maiden, Black Sabbath, Acdc e grupos ainda menos comerciais como Airbourne, Limp bizkit e Danko Jones, enfim, esse é o som que me prepara para a corrida.

8. Qual foi a prova em que você se divertiu mais com o grupo?
A prova mais agradável da época foi em San Marino, onde vencemos este ano e levamos o troféu de melhor equipe (5 vezes consecutivas). Uma bela instalação em uma linda cidade que me deu tanta emoção, porque para mim foi a primeira viagem com o Roma Nuoto Master.

9. Objetivos para a próxima temporada?
Os objetivos pessoais são diferentes a cada ano e fáceis de encontrar quando você tem vontade de nadar e competir contra si mesmo para poder demonstrar o que pode contar nos momentos em que treina, enquanto o objetivo da equipe é vencer novamente o título regional e ganhar mais troféus possíveis.

10. Que estudos você fez? Qual a sua profissão?
Frequentei a escola de ciências motoras do FORO ITALICO DI ROMA, terminando todos os cinco anos. Eu trabalho como massagista esportivo na Federação Italiana de Pentatlo e como instrutor de natação

Fonte: http://www.romanuotomaster.it/?p=5293.