USA – Ryan Lochte “treinar com Caeleb Dressel é divertido”

2 anos ago 0

“Se houvessem 800 medalhas nas Olimpíadas, eu nadaria para conquistar todas elas”, disse Ryan Lochte, falando sobre seu treinamento antes do verão de 2021. Ryan fala sobre si mesmo em um episódio do posdcast. O formato comandado pelo campeão olímpico Mel Stewart.

Os temas abordados são os mais díspares e deixam ao ouvinte muita confiança nos meios que o campeão dos Estados Unidos terá para chegar à sua 5ª Olimpíada.

O 12 vezes medalhista olímpico Ryan Lochte é treinado pelo histórico técnico Gregg Troy. Treinar com o Caeleb Dressel, segundo Lochte, é muito divertido.

Lochte pode vencê-lo se estiverem em uma faixa estreita. Mas Lochte avisa: “Se ele (Dressel) vacilar…” na entrevista Os olhos de Lochte se arregalaram, como se quisesse dizer que você não pode derrotar o campeão mundial de 50m livre.

Lochte, é conhecido por ser um atleta que não faz grandes atuações durante a temporada e depois tira o melhor de si no momento que é exigido. Em breve vai disputar várias provas no US Open e com isso declara: “Não vou lutar no treino, vou usar performance, mas devo admitir que estou muito cansado dos treinos do Troy.

Lochte tem 36 anos, mas não descarta que 2020 pode não ser sua última Olimpíada. Basta pensar em Dara Torres, que teve seus melhores resultados aos 41 anos e que depois competiu por mais quatro anos, chegando perto da seleção nacional ainda aos 45.

Lochte explicou que é a pessoa mais feliz do mundo quando treina. Além disso, acrescentou que após as Olimpíadas de 2021, fará uma viagem com a família por algumas semanas, depois voltará para a água e começará tudo de novo.

Sobre o que ele fará quando a fantasia desligar, Ryan Lochte responde: “Vou ficar perto da minha família do mundo da natação. Pretendo ter um clube e dirigir uma série de clínicas internacionais. Rindo, ele acrescenta: “Vou trazer os velhos de volta, Michael Phelps, Aaron Peirsol…”

A estima e o afeto de Ryan por Aaron Peirsol são bem conhecidos. Lochte credita a Peirsol por ensiná-lo a ficar “relaxado” durante uma  competição. Quando perguntado por que ele quebrou o recorde mundial de 200 do Perisol em 2007, já que o amava tanto, Lochte sorriu: “Quando a arma dispara, todas as apostas estão canceladas”.

Lochte parece estar muito feliz por morar e treinar em Gainesville. Depois de sua vitória de 200 medley no Campeonato Nacional no verão passado, onde ostentou pelo menos 10 quilos a mais, a impressão atual é que ele pode ser muito competitivo no próximo verão.

Inicialmente não parecia que os 400 m medley pudesse ser um dos objetivos do campeão, mas considerando o trabalho realizado com o treinador Gregg Troy, parece que a intenção é voltar às origens de Lochte.

Artigo original de Mel Stewart

ASSISTA A ENTREVISTA COM RYAN LOCHTE