World Para Swimming Series 2019: Tudo o que você precisa saber

1 ano ago 0

Austrália recebe a série pela primeira vez de sexta a domingo
Foto Nadadora australiana Ellie Cole competindo nos Jogos da Commonwealth de 2018 © • Getty Images
Pelo Mundo Para Natação

 

A terceira temporada da World Para Swimming Series começa na sexta-feira (15 de fevereiro) em Melbourne. Quase 150 atletas de 16 países estarão em ação enquanto a Austrália recebe a série pela primeira vez.

Aqui está tudo o que você precisa saber sobre a World Series 2019.

O que é a World Series?
A competição acontece em sete cidades dos quatro continentes, reunindo os melhores nadadores e recém-chegados do mundo, fazendo sua estreia internacional.
A World Series começou em 2017, com os resultados de cada evento sendo calculados usando um sistema de pontos. Após cada evento, os rankings são atualizados e os melhores nadadores femininos e masculinos recebem o título da World Series.

Onde se passa?
O Melbourne Sports and Aquatic Centre sediará a primeira série de sexta a domingo (15 a 17 de fevereiro). A temporada recomeça em Indianápolis, EUA, de 4 a 6 de abril.
Os outros anfitriões serão, São Paulo, Brasil (25 a 27 de abril); Glasgow, Grã-Bretanha (25 a 28 de abril); Cingapura (10 a 12 de maio); Lignano Sabbiadoro, Itália (30 de maio a 2 de junho); e Berlim, Alemanha (6-9 de junho).

Quem são os campeões reinantes?
O brasileiro Daniel Dias venceu o título individual masculino da World Series nas duas primeiras edições. Louise Fiddes, da Grã-Bretanha, liderou a classificação feminina em 2018, após a vitória da italiana Monica Boggioni em 2017.

Eles competirão em Melbourne?
Não. Mas a primeira World Series da temporada contará com estrelas como o tricampeão paraolímpico de Cingapura Yip Pin Xiu , a australiana seis vezes campeã paraolímpica Ellie Cole e a nove vezes medalhista de ouro paraolímpica da Nova Zelândia, Sophie Pascoe .

E os recém-chegados?
A francesa Ugo Didier não é exatamente uma novata, mas a Tokyo 2020 será a primeira dos Jogos Paralímpicos para o jovem de 17 anos, que já tem um título europeu e mundial em seu nome.
O nadador mais jovem da Austrália em Melbourne será o jovem Jasmine Greenwood, de 14 anos. Ela foi a mais jovem membro do país no ano passado na Gold Coast Commonwealth Games e fará sua estréia na World Series.

Mais alguma coisa que eu deveria saber?
Além de prêmios para os melhores nadadores femininos e masculinos, também há títulos para as melhores categorias de homens e mulheres S / SB 1-3 High Support Needs, juniores masculinos e femininos e melhores títulos de equipe.

O Portal Francisswim.com.br promove diversas ações e projetos visando inclusão social e responsabilidade ambiental que são compartilhadas em nossas plataformas de redes sociais.
Social Responsability
The Francisswim.com.br Portal promotes diverse actions and projects aiming at social inclusion and environmental responsibility that are shared in our platforms of social networks.

Saiba mais sobre a Casa de Apoio Madre Ana
A Casa de Apoio Madre Ana proporciona um acolhimento digno a pacientes pediátricos e adultos portadores de câncer, transplantados, com problemas cardíacos, dentre outros, juntamente com seus acompanhantes vindos do interior do Estado e de outros estados brasileiros. São pessoas de baixa renda que necessitam de um suporte integral durante o período do seu tratamento na Santa Casa.
Os hóspedes recebem moradia, alimentação, material de higiene e conforto espiritual sem nenhum custo. Tudo com um único objetivo: aumentar as chances de cura dos nossos pacientes assistidos.
O leitor do site Francisswim.com.br que quer contribuir pode clicar na logomarca da Casa de Apoio Madre Ana e adicionar uma doação. Além disso, também é possível ser doador mensal para tanto, basta acessar o link: https://goo.gl/cK5wHb

Saiba mais sobre o Banco de Alimentos
O Banco de Alimentos atua como um gerenciador de desperdícios administrando três operações: coleta de doações, armazenamento, e distribuição qualificada de alimentos para entidades beneficentes, tais como creches, asilos, lares de excepcionais, entre outras ongs. A Rede de Bancos de Alimentos do Rio Grande do Sul possui 23 Bancos de Alimentos associados no Estado, os quais doam mais de 500 toneladas de alimentos para 900 instituições, todos os meses. Além da doação de alimentos, desenvolve projetos de nutrição em parceria com as principais universidades Gaúchas, levando mais Segurança Alimentar e Nutricional para as pessoas atendidas nas entidades beneficentes. Participe dessa luta contra a fome e a miséria, entre em contato com o Banco de Alimentos! Telefone: 51-3026.8020 – E-mail: bancodealimentos@bancodealimentosRS.org.br.
Site para maiores informações: http://www.redebancodealimentos.org.br/Inicial