Federação Mexicana de Natação enfrenta sanções da FINA

8 meses ago 0

A Federação Mexicana de Natação (FMN) foi advertida pela Federação Internacional de Natação (FINA) de que a organização poderá ser sancionada por irregularidades em seus estatutos.

O presidente da FINA, Julio Maglione, escreveu ao presidente da FMN, Kiril Todorov, para instar a organização a publicar estatutos em inglês e cancelar sua próxima eleição presidencial em 15 de dezembro.

De acordo com o jornal mexicano Revista Proceso, Maglione escreveu que a FINA havia solicitado uma tradução para o inglês dos estatutos do FMN seis vezes desde 2013. O presidente da FINA teria acusado Todorov de não cooperar.

O órgão internacional de governo teria alertado que não reconhecerá o resultado da eleição caso ela ocorra e se a versão em inglês dos estatutos não for fornecida. Caso a eleição prossiga, a FINA afirmou que poderá sancionar o FMN.

A FINA poderá multar a federação mexicana ou potencialmente introduzir uma suspensão que poderia afetar sua capacidade de enviar atletas para grandes eventos. Isso poderia incluir eventos de qualificação para as Olimpíadas de Tóquio 2020 ou os próprios Jogos, foi afirmado.

De acordo com a SwimSwam , o FMN já enfrentou acusações de ocultar seus critérios de seleção para Tóquio 2020 no início deste ano.

Os critérios para mergulho, natação artística e eventos em águas abertas foram revelados no último minuto, enquanto os índices de natação teriam desaparecido.

SwimSwam também relatou que Todorov enfrentou uma investigação pelo governo mexicano, mas a ação legal foi suspensa devido à pandemia do coronavírus. A FMN já havia entrado em confronto com a FINA. A organização foi temporariamente suspensa pela FINA em 2016, após ser acusada de quebra de obrigações contratuais. Isso ocorreu após a retirada do FMN como anfitrião do Campeonato Mundial FINA 2017.

Michael Pavitt | Por Dentro dos Jogos

TRITV COM OS GAÚCHOS, PELO RIO GRANDE E O PROJETO NADANDO PELOS CARTÕES POSTAIS
Uma nadada pela conscientização ambiental
Márcio Weber nadou o percurso de 12 Km da Praia do Paquetá, em Canoas, até a Usina do Gasômetro na capital dos gaúchos, Porto Alegre.